nav-left cat-right
cat-right

Alergia Alimentar

Aos leitores do meu site:

Estou escrevendo este texto introdutório nesta página e em algumas outras mais acessadas para passar informações importantes e pertinentes aos objetivos do meu trabalho.

O objetivo inicial e primordial do site é trazer informações novas e questionamentos importantes acerca do conhecimento científico humano, em particular da medicina e afins, ampliando nossos pontos de vista para aspectos inusitados do ser e do saber humanos.

Sendo assim eu questiono aqui os limites do conhecimento científico e alopático, esperando que as pessoas analisem a saúde de uma forma mais complexa e que os médicos revejam seus conceitos cristalizados em suas formações específicas.

Mas alguns temas acabaram virando fontes pessoais de consultas e esclarecimentos que fogem ao propósito do site, tais como análise de exames particulares e dúvidas em relação à conduta de outros colegas meus, a maioria alopatas.

No momento deste esclarecimento eu tenho em média 1.000 acessos por dia e estou com 1.759 perguntas respondidas e 581 à espera de resposta, o que está inviabilizando a publicação de novos temas e novas páginas (66 atualmente).

O que eu percebo também é que as pessoas leem apenas o texto principal e não se atém às perguntas respondidas por outros leitores, fazendo com que muitas perguntas sejam repetitivas, assim como suas respostas.

O que eu espero, a partir deste aviso, é que as pessoas leiam tudo o que está escrito no texto e também tudo o que está escrito nas outras páginas relacionadas ao tema, antes de fazer a pergunta, que provavelmente já está respondida em outro lugar.

Espero, também, que as pessoas levem aos seus médicos o endereço do meu site e convidem os seus médicos a lerem os textos para que eles ampliem sua visão pessoal e a saúde no Brasil possa melhorar de uma forma bem mais ampla e benéfica.

Muitas perguntas feitas são casos de emergência médica e este site não é da Ecco Salva, SIATE ou dos bombeiros que atende aos pedidos de urgência. Uma pessoa uma vez escreveu que estava se afogando e queria saber o que fazer naquele momento!

Enfim, o objetivo principal é passar novas informações e formar novas opiniões e por isso agradeço se você, leitor, passar estas ideias para frente, para seus amigos e para seus médicos, o que já será de grande valia.

Abraços a todos.

Alergia Alimentar

Um dos temas mais importantes e negligenciados na saúde humana na atualidade é a questão das alergias alimentares.

Tenho visto no consultório com uma freqüência cada vez maior pacientes com alergias alimentares graves sem a mínima compreensão ou orientação a respeito da sua doença.

E pela primeira vez vi na televisão brasileira uma reportagem falando da seriedade deste problema, mas abordando inicialmente um caso tão raro quanto grave: o australiano Káleb que tem alergia e intolerância a todos os tipos de alimentos!

Vou então iniciar estas páginas sobre alergia alimentar com a reportagem do Fantástico, inclusive com o seu vídeo e depois vou aprofundar o tema para esclarecimento e orientação de milhares de pessoas que sofrem com este problema e não tem a mínima noção do que os está fazendo sofrer.

Os negritos e frases e palavras coloridas são por minha conta, para enfatizar os temas que vou abordar na sequência.

Observe também, pelas reportagens, que a questão das alergias ainda têm muitos pontos misteriosos para a Ciência e algumas contradições entre os pesquisadores. Eu acredito que a melhor forma de explicar um fenômeno é observando-o por diversos pontos-de-vista, que vão enriquecer e complementar a sua compreensão. Faremos issso na sequência dos textos.

Menino de 5 anos tem alergia a todos os tipos de alimento

Káleb passa 20 horas por dia com uma sonda ligada ao estômago. O soro com os nutrientes essenciais fica numa garrafa dentro da mochila.

Uma epidemia dos tempos modernos: hoje, 1 em cada 3 adultos e 4 em cada 10 crianças têm algum tipo de alergia. Será uma consequência da vida nas grandes cidades? O Fantástico foi ao sul da Austrália conhecer um menino com uma doença que a medicina não consegue explicar. Káleb tem alergia total a comida.

À primeira vista, Káleb, de 5 anos, parece normal: gosta de brincar, andar de patinete na rua tranquila onde mora, em Adelaide, sul da Austrália. Mas o que é um prazer para a maioria das pessoas, para o menino é um risco.

Káleb tem múltiplas alergias e intolerância a todos os tipos de alimento. Ou seja: ele não pode comer nada! Uma doença ainda sem explicação.

A mãe dele, Melissa, tentou comida orgânica, tirou o glúten da dieta. Nada funcionava. No fim do ano passado, Kaleb foi internado com o estômago cheio de feridas. Os médicos decidiram cortar todos os alimentos.

“É duro para uma mãe ver um filho passar por isso. Como fazer uma criança de 5 anos entender que ela vai passar mal se comer?”, pergunta Melissa.

Hoje, Káleb passa 20 horas por dia com uma sonda ligada ao estômago. O soro com os nutrientes essenciais fica numa garrafa dentro da mochila. O governo banca o tratamento, e também uma enfermeira que acompanha o menino na escola.

Abatida, a mãe de Káleb se questiona: “será que isso tem a ver com os produtos que colocam na comida, como os agrotóxicos? Parece que as novas gerações estão ficando cada vez mais doentes”.

Há 50 anos, crises de alergia eram bem mais raras. Hoje, o ambulatório do Hospital das Clínicas em São Paulo vive recebendo pacientes como Adriane de Araújo, de 13 anos, vítima da poluição.

“Eu estou fazendo tratamento de rinite, sinusite, bronquite e asma”, comenta a menina.

A alergia, tanto alimentar quanto respiratória, é sempre uma batalha do organismo para expulsar um corpo estranho. Mas uma batalha exagerada. Anticorpos provocam, no sangue, a liberação de histamina, substância responsável pelos sintomas mais comuns da alergia, como espirros.

“Coceira na pele, no nariz, às vezes, cólicas, diarréias e vômitos. E os três vilões mais importantes são o leite, o trigo, o ovo; principalmente a clara do ovo”, explica o médico Fábio Castro, que é vice-presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia.

Para o cabo da Aeronáutica Marcos Moreira, o trigo acende o alerta vermelho. O militar escapou por um triz de um choque anafilático em pleno trânsito de São Paulo, dirigindo um caminhão a caminho do quartel.

“Começou a coçar o corpo, comecei a inchar e perdi a voz”, lembra.

Logo depois do café da manhã, Marcos tinha feito esforço, carregando o caminhão. E esse foi o perigo. A alergia dele tem um detalhe incomum: o cabo se sente mal apenas quando consome trigo e depois faz exercício físico.

“Ele já foi orientado a não fazer ingestão de nenhum alimento que contenha trigo quatro horas antes de qualquer atividade física”, explica a alergista Hospital das Clínicas.

São ainda hipóteses para explicar o crescimento vertiginoso das alergias.
Enquanto isso, na Austrália, o pequeno Káleb espera por uma trégua do próprio corpo.

“É um longo caminho. Depois que ele se recuperar das feridas no estômago, vamos tentar voltar aos poucos com a comida”, revela o pai.

E quando ele estiver livre das restrições, Káleb já sabe o que vai pedir pra comer: churrasquinho de frango! [1]

Dieta de menino com alergia a comida custa R$ 9 mil por mês

Domingo passado, o Fantástico mostrou a história de um menino australiano totalmente alérgico a comida. Ele não pode comer nada. Encontramos crianças brasileiras que sofrem do mesmo problema.

Toda vez que João Vithor, de 4 anos, come um alimento proibido “A barriga fica grande, a bochecha fica [inchada], o cabelo vai lá para cima e o olho fica desse tamanho”, descreve o menino.

Ele tem alergia quase completa a comida. Só pode consumir um tipo especial de leite – que custa R$ 450 a lata e carne de rã.

“Só a dieta do João fica em torno de R$ 9 mil por mês. Aí tem a da Nicole também”, calcula a mãe de João Vithor e Nicole, Poliana da Cruz.

O cardápio da irmã, Nicole, é ainda mais restrito. Para ela, nada de rã. Só leite. A prefeitura de Goiânia banca o tratamento, mas a mãe diz que às vezes a ajuda atrasa. “Quinze dias que falta o leite significam 15 dias que vai passar fome”.

Francelene, de Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro, também reclama da demora do governo. Ela diz que acabou se endividando para manter o estoque de leite de Guilherme, o filho alérgico a comida. Preço: R$ 550 a lata. Diz que pegou empréstimo com agiotas, quase perdeu a casa, e até pediu dinheiro na rua.

“Ele doente, muito fraco na cama, eu chorando, ele acordou e falou: ‘mamãe, por que você está chorando? Mamãe, não chora, não. Não chora, não, porque eu vou levantar desta cama e eu vou ganhar o leite’”, lembra a mãe de Guilherme, Francelene da Silva.

É difícil eles entenderem que não são como as outras crianças.

“Chega ao shopping, eu não posso ir nem na praça de alimentação com ele, porque ele vai sentir o cheiro da comida e vontade de comer”, lamenta o pai de João Vithor e Nicole, Roger Rios.

Alergias graves estão se tornando cada vez mais comuns, como mostra uma série especial da BBC que o Fantástico começou a exibir domingo passado.

Por volta de 30% da população mundial tem alergia. Acreditam até que até o final do século isso deve chegar a quase metade da população”, informa o vice-presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia Fábio Castro.

Alergia é uma batalha exagerada do organismo para expulsar um corpo estranho. Existem várias explicações, nenhuma definitiva. Os cientistas apostam numa combinação de genética com exposição a poluentes e outros produtos químicos da vida moderna. A batalha contra a asma em duas ilhas ilustra a teoria.

Barbados, no Caribe: os casos de asma aumentaram dez vezes nos últimos 20 anos. Atingem, hoje, 20% da população. Para os médicos, uma epidemia.

A explicação pode estar no processo acelerado de urbanização do país, com muito mais carros e poluição”, diz a alergista Kathleen Barnes.

O fator hereditário da asma começou a ser desvendado em um lugar perdido no Atlântico Sul. Tristão da Cunha é a ilha mais remota do planeta. São sete dias de barco para chegar até aqui. Pelo isolamento extremo, é um laboratório natural para estudos genéticos. Metade da população tem asma. Um índice sem igual no mundo. O motivo: os cerca de 300 habitantes descendem de apenas sete famílias.

O casamento entre parentes acabou espalhando o gene da asma. Quem investigou a linhagem dos moradores e isolou o gene foi um cientista brasileiro – Noé Zamel, da Universidade de Toronto, no Canadá. Mas ele é cauteloso.

“A descoberta não explica todo o problema da asma. É apenas uma peça do quebra-cabeça”, destaca o professor da Universidade de Toronto Noé Zamel.

Existe também uma hipótese evolutiva. Pesquisas mostraram que o anticorpo que dispara a maioria das alergias tinha uma função bem diferente nos primórdios da humanidade. O IgE era uma proteção contra parasitas que infestavam o homem há milhares de anos.

Em pouquíssimo tempo, na escala biológica, a urbanização, os remédios e os hábitos de higiene transformaram nossas vidas. Sem ter o que combater, o IGE voltou suas armas para invasores inofensivos – poeira, por exemplo.

Mas e quando o inimigo parece atacar por todos os lados? Em Houston (EUA) pessoas se dizem tão alérgicas que nem a equipe de tevê pôde chegar perto. Eles sofrem de “sensibilidade química múltipla”. A portadora de sensibilidade química múltipla Nancy Van Afflen só dirige de luvas. “Sou alérgica ao vinil e ao poliéster”, ela diz.

A máscara e o cilindro de oxigênio protegem contra supostas toxinas no ar. Dentro da casa, tudo esterilizado. Os móveis foram adaptados. “Esse compensado não leva resina, nem formol. A cola é à base de soja”, mostra Nancy.

Para alguns médicos, a explicação para a “sensibilidade química múltipla” talvez seja psicológica. Como Nancy, muitas pessoas acreditam que têm alergia, mas nem sempre isso é verdade.

“Talvez apenas 1% ou 2% dos adultos sejam realmente alérgicos”, afirma a psicóloga Rebecca Knibb.

Muita gente também confunde alergia com intolerância. Alergia é uma resposta de defesa do corpo, geralmente imediata. Coceira, espirros ou falta de ar são alguns dos sintomas. Já a intolerância, de efeito mais lento, é a falta de enzimas, que são um tipo de proteína para digerir certos alimentos.

“O alimento fica pesado, às vezes fica tendo uma diarréia contínua, toda vez que come aquele alimento”, explica o alergista Fábio Castro.

Alergia não tem cura, mas pode ser controlada. Guilherme, de Petrópolis, tem voltado a comer aos poucos.

“Peito de peru, coelho, frango. Às vezes reage bem mal”, comenta a mãe de Guilherme, Francelene da Silva.

Em Goiânia, Nicole e João Vithor ainda não tiveram essa sorte. “Ele mesmo fala que papai do céu está curando ele, e que ele logo vai ficar bom e vai comer de tudo”, diz a mãe dos meninos.

“Vai ter leite de vaca, bolo no meu aniversário, quando eu sarar”, planeja o pequeno João Vithor, de 4 anos. [2]

[1][http://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL1277959-15605,00.html]

[2][http://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL1286197-15605,00-DIETA+DE+MENINO+COM+ALERGIA+A+COMIDA+CUSTA+R+MIL+POR+MES.html]

123 Responses to “Alergia Alimentar”

  1. Liliane disse:

    OLá, fiquei em dúvida com a afirmação abaixo que está no texto sobre alergia alimentar. Não é o contrário? A alergia demora mais para se manifestar (de 2 a 3 dias) e a intolerância prvoca reações imediatas, a exemplo da intolerância à lactose? Peço esclarecimentos pois tenho o diagnóstico de alergia ao leite, isto é proteínas do leite e não intolerância à lactose.

    “Muita gente também confunde alergia com intolerância. Alergia é uma resposta de defesa do corpo, geralmente imediata. Coceira, espirros ou falta de ar são alguns dos sintomas. Já a intolerância, de efeito mais lento, é a falta de enzimas, que são um tipo de proteína para digerir certos alimentos.”

    • drpaulomaciel disse:

      Oi, Liliane! A questão da alergia alimentar envolve a imunoglobulina IgG, que tem efeito mais lento no organismo do que a IgE, que causa a chamada “alergia verdadeira“, ou “anafilática” e que tem resposta em até 30 minutos. Daí veio a confusão: a intolerância alimentar, sendo deficiência enzimática, é mais lenta e suave que a alergia por IgE, mas não por IgG. Deu para esclarecer?

  2. Carla Leksandra C. Zuttion disse:

    Boa noite Dr. Fábio. Assisti agora o Globo Reporter sobre alergias. Passei um grande susto a semana passada com minha filha de 13 anos, acordou inchada, com placas vermelhas pelo corpo, etc. Os médicos daqui nada constataram. estou indo a São Paulo dia 28.05, na próxima semana. Gostaria de leva-lá para consultar. O SR. PODE ME ENVIAR UM NÚMERO DE TELEFONE ONDE EU POSSA MARCAR UMA CONSULTA E TESTES/EXAMES PARA ELA.
    MUITO OBRIGADA
    CARLA ZUTTION – e-mail: c.zuttion@uol.com.br

  3. Manuela Lopes da Cruz disse:

    Dr. Paulo,

    Hoje após os 40(estou com 44 anos),passei manifestar ardência e coceira no palato, secreção descendo por trás do nariz,fadiga,dificuldade para respirar quando faço algum esforço, alergia a antinflamatórios…Ou seja, mina vida está de pernas para o ar.Junto a essa sintomatologia um diagnóstico anterior de Fibromialgia.Minha pergunta: a Fibro e a minha sensibilidade a diversas substâncias(tanto ingeridas como inaladas),tem alguma relação???O decrescimo dos hormônios sexuais pode ter alguma relação???e oriente por favor.Vivo com a sensação de queimção na garganta, e não há refluxo gastroesofágico.Att. Manuela Lopes

  4. Francielle disse:

    Olá Dr. Paulo. Tenho um bebê de 8 meses com alergia ao leite de vaca, ele está com alimentação complementar e aleitamento materno. Agora que estou introduzindo o leite e derivados em minha dieta, pois até então, não consumi nada desses alimentos. A pergunta é: Posso introduzir o leite de cabra na dieta de meu bebê>Li as suas materias a respeito do assunto, mas me sinto insegura. Se eu introduzir o leite de cabra quanto tempo pode levar para aparecer os sintomas gastrointestinais nele>Obrigada e aguardo.

    • drpaulomaciel disse:

      Oi, Francielle. A alergia ao leite de cabra em adultos é rara porque não temos cultura para tomar este leite. Muitos alergologistas recomendam a substituição do leite de vaca pelo de cabra, pelos seus benefícios e por ser menos alergênico. A questão da alergia está associada diretamente com a permeabilidade intestinal, que no bebê ainda não está totalmente formada. Por isso a orientação geral é amamentar a criança até 1 ano ou mais, se for possível, quando amadurece a mucosa intestinal e assim evita-se o processo da alergia alimentar. Quanto à pergunta de “quanto tempo pode levar para aparecer os sintomas gastrointestinais nele”, a resposta é que não tempo alergia ao leite de cabra, ele não deve desenvolver sintomas ao consumi-lo, mas devemos sempre lembrar que o melhor ainda é e sempre será o da mãe. Abs.

  5. Wyrandê Maria Santos Gomes disse:

    A minha filha tem sete anos,pelo q eu entendi ela ñ tem alergia.Pois,a mesma ñ passa por nenhum tipo de reação alérgica.No entanto,quando ela come salgadinho,pizza.mortadela,cachorro-quente,haburguer entre outras comidas mais ou menos nesse tipo.Ela fica enjoada,passa mal,fica pálida e muitas vezes vomita.
    Eu passei uns dias dando a ela brócolis,abacaxi,maçã.frutas e legumes.ovos cozidos.Evitei q ela exagerasse na carne.A mesma melhorou até a aprência,porém essa semana ela voltou a comer de tudo e voltou a se sentir mal.Não estava nem conseguindo se alimentar de tão enjoada…Hoje eu dei abacaxi pra ela novamente a mesma já está melhor.O caso dela pode ser intolerância alimentar?
    Desde já lhe agradeço pela resposta,Tenha uma boa noite e um bom fds!!!!!

    • drpaulomaciel disse:

      Oi, Wyrandê! O mais provável é que sua filha tenha realmente alergia a embutidos, tais como os citados (salsicha, lingüiça, salame, presunto, mortadela, etc.), pela presença das “aminas biogênicas”: histamina, cadaverina, espermina, putrescina, tiramina, triptamina, etc. Cada pessoa reage de uma forma específica aos alimentos alergênicos, sendo que náuseas e vômitos são relativamente comuns de resposta alérgica, ok?

  6. Eline Lima disse:

    Meu filho tem 2anos e 5 meses, e desde que foi introduzida a alimentação de sal, ele sofre de constipação, ele já fez alguns tratamentos e com diferentes médicos, mas sem resultado. Recentemente a 2 meses tivemos o diagnóstico de alergia alimentar , o IGE deu (236 ku/l),e no teste cutâneo deu alergia bem discreta a carne de vaca e leite, e um T+ a cevada, peixe e porco. A minha dúvida é de quanto tempo leva fazendo a dieta, para surtir efeito, pois ele já esta fazendo a 2 meses e ainda apresenta a constipação e ainda faz uso de laxantes e fibras solúveis. Estou muito insegura e desesperada pois cada hora o médico fala uma coisa. Por favor se puder me ajudar, agradeço imensamente.

  7. Carolina Alves disse:

    Oi, Dr. Paulo, bom dia, meu filho tem alergia a leite de vaca desde nascido, agora ele tem 7 anos e marquei a provocação do leite pra ele no dia 12/08, mas quando foi essa semana 29/07 levei ele em um lugar onde vendiam salgados e me garantiram que não ia leite na massa, quando fui até esse lugar no outro dia constatei que havia queijo em um dos salgados que ele comeu, no outro dia ele amanheceu com a palpebra de um olho inchado, mas isso ja havia acontecido a mais ou menos uma semana atras, vi tbm que havia uma flor soltando um tipo de polén que fica do lado do computador onde ele fica durante a noite quando chega da escola, o que quero saber é, ele sempre teve reaçoes muito forte com o leite e imediata, se com a melhora da alergia ela pode levar tanto tempo para se manifestar, levou mais de 6 horas para começar a inchar o olho, tanto que só vi no outro dia de manhã.

    • drpaulomaciel disse:

      Oi, Carolina! Como os textos do meu site explicam, as alergias alimentares relacionadas com a IgG’s podem dar sintomas em até 4 dias! Por isso deve-se ter muito cuidado ao analisar que alimentos podem estar associados à alergia, ok?

  8. PAula Flores disse:

    Ola Dr. Tudo bem>
    Tenho uma filha com alergia multipla e faz uso do neocate. Vivemos um drama com o fornecimento aqui em Niteroi. Tenho uma amiga que seus gemeos de 3 anos e meio tambem nao comem nada… So bebem a formula especial Neocate e agua. Eles sao acompanhadas por um medico de renome aqui no Rio. Alguns medicos e pessoas comuns se recusam a acreditar na alergia tão severa deles. Voce conhece mais casos como estes> Existe alguma esperança para estas crianças> Me parte o coração ve-los nesta situação. Minha filha tb tem alergia mas come alguns alimentos, logo visualizo melhor a cura… Queria pode ajuda-la!

  9. Carolina Alves disse:

    Oi, Dr. Paulo, bom dia, meu filho tem alergia a leite de vaca desde nascido, agora ele tem 7 anos e marquei a provocação do leite pra ele no dia 12/08, mas quando foi essa semana 29/07 levei ele em um lugar onde vendiam salgados e me garantiram que não ia leite na massa, quando fui até esse lugar no outro dia constatei que havia queijo em um dos salgados que ele comeu, no outro dia ele amanheceu com a palpebra de um olho inchado, mas isso ja havia acontecido a mais ou menos uma semana atras, vi tbm que havia uma flor soltando um tipo de polén que fica do lado do computador onde ele fica durante a noite quando chega da escola, o que quero saber é, ele sempre teve reaçoes muito forte com o leite e imediata, se com a melhora da alergia ela pode levar tanto tempo para se manifestar, levou mais de 6 horas para começar a inchar o olho, tanto que só vi no outro dia de manhã.

  10. Rosèlia Vitòria Manarim Kobayashi disse:

    Ola Dr Paulo, gostei muito do seu site,Dr a um ano atrás comecei a sentir ardencia na palma da mão, dentro da boca,e do lado esquerdo da boca,a pressão subiu, fui ao médico ele disse que era sindrome do pânico, me passou medicamentos , estou bem mas percebi que leite e seus derivados ñ me fazem bem, a minha barriga fica enorme como estivesse gravida e ñ faz digestão e fica voltando o alimento, sinto dores no corpo, cansaço e meus batimentos cardiacos bate errado , tipo uma cabeça ruim como eu estivesse comido algo e fez mal p/ o figado,tornozelo, mão e abaixo dos olhos fica inchado,como se fosse uma bolsinha na face logo abaixo dos olhos e isso me incomoda(acho feio)o leite já ñ tomo a 2 anos mas os derivados eu continuei faz uns 20 dias que parei com os derivados do leite e senti uma melhora muito grande, pois gostaria que o sr me ajudasse se realmento sou intolerante ao leite. depois que tirei os derivados ñ sinto o coração bater errado e notei que desinchei. um pouco Outra coisa que eu quero sua ajuda é que eu tinha intestino preso e o médico me passou lactobacilos (pool de lactobacilos com fos)mas me fez muito mal me deu muita dor no corpo como fosse me dar uma gripe,e muito gases e diarreia (eu ia 2 vezes ao dia só no banheiro mas era diarreia)mas tentei tomar 21 dias depois ñ aguentei mas,o médico disse que lactobacilos ñ faz mal p/ ninguem mas p/ mim foi um veneno, quero saber se quem tem intolerancia ao leite lactobacilos faz mal ? obrigado e que Deus o abençõe muito.Aguardo resposta.

    • drpaulomaciel disse:

      Roselia, o que você apresenta não é Intolerância à Lactose mas alergia ao leite, já que seus sintomas são sistêmicos e não apenas digestivos, ok? A melhor coisa que você faz é suspender totalmente o leite e os seus derivados da sua dieta por alguns anos. Alguns lactobacilos podem conter traços de leite, o que poderia gerar os sintomas relatados.

  11. Rosélia disse:

    Oi, DR! Obrigado pela resposta .Tirei tudo que tem leite mas ainda continua a ardencia na boca.Quero saber quanto tempo leva para esses efeitos desagradaveis sairem do organismo? E estou tomando sertralina de 50mg com clordiazepoxido de 8mg manipulado, mas vi na net que a composição tanto da sertralina como clordiazepoxido vai lactose, então não posso tomar ? Tenha uma boa tarde e um bom fds !!!

    • drpaulomaciel disse:

      Rosélia: normalmente os sintomas relacionados com uma alergia alimentar começam a melhorar desde a retirada do alimento até 4-5 dias depois. Mas lembre-se que este sintoma de “ardência na boca” pode não ser causado pela alergia do leite de vaca nem à lactose que está nos medicamentos, já que a lactose não causa alergia, mas intolerância. Pelas bulas dos dois medicamentos, podemos ler que os seus componentes são:
      Sertralina: croscarmelose sódica, amido, lactose monoidratada, dióxido de silício, estearato de magnésio, hipromelose, macrogol, dióxido de titânio e corante amarelo FDC nº 6 laca de alumínio.
      Clordiazepóxido: lactose, amido, goma arábica (comp. de 10mg), estearato de magnésio, talco, Eudragit, propanona, isopropanol, bióxido de titânio, carbowax, corante (comp. de 10mg), polivinilpirrolidona (comp. de 25mg), celulose microcristalina (comp. de 25mg).
      Sob outro ponto-de-vista, este sintoma pode estar relacionado aos efeitos colaterais dos próprios remédios:
      Efeitos adversos da Sertralina incluem:distúrbios sexuais (diminuição do desejo sexual, impotência, distúrbios da ejaculação; e na mulher, ausência de orgasmo); distúrbios gastrintestinais (náuseas, vômitos, diarréia, falta de apetite e perda de peso); boca seca; dor de cabeça, fadiga, sedação, insônia, inquietação excessiva, confusão, tontura, tremores, sudorese.
      E os efeitos adversos do Clordiazepóxido são: Astenia, fraqueza, incoordenação motora, alteração do funcionamento intestinal, fadiga ou sonolência podem ocorrer no início do tratamento, desaparecendo com a continuidade do mesmo ou com redução da dose. Em casos isolados foram relatados os seguintes efeitos adversos: erupção cutânea, edema, irregularidade menstrual, náusea, sintomas extrapiramidais, assim como aumento da libido. Alterações no EEG foram observadas. Discrasias sangüíneas, icterícia e disfunção hepática foram relatadas ocasionalmente durante o tratamento.
      Em relação às alergias, lê-se que:
      A Sertralina é contra-indicada para pacientes com hipersensibilidade ao cloridrato de sertralina ou aos demais componentes da fórmula e em pacientes utilizando antidepressivos inibidores da monoaminoxidase (IMAO).
      O Clordiazepóxido é contra-indicado em pacientes com história de hipersensibilidade aos benzodiazepínicos ou a qualquer componente da fórmula.
      Abs, Dr Paulo

  12. Elisandra Correia disse:

    Dr. Paulo minha filha Beatriz desde as 1 gotas de leite ainda na maternidade reagiu muito mal nas primeiras horas de vida quando recebeu alta chegou em casa fria rosto mãos asfixiou e nos 2 dias de vida continuava roxeando e gelada eu sem saber o que tava acontecendo nasceu de 40 semanas 3865kg como eu amamentei esclusivo no peito ate 6 meses esses sintomas sumiram nunca mais voltou nesses 6 meses tinha muita colicas severas mesmo ao 7 meses precisei dar leite de vaca eu precisava fazer cirurgia os sintomas voltaram novamente tomava leite uma colherzinha de café de leite ficava como se tivesse engasgada com as maos gelada boca roxa muito chiado no peito tosse colicas terriveis foi excluidos o leite e derivados da alimentação dele e minha pq amamento ate hoje,o ovo da o mesmo sintoma nela mesmo eu tendo dado ovo pra ela só apos 1 ano de idade sofreu 2 choques anafilaticos 1 foi agora dia 3 de dezembro 2010 alem de todos os sintomas ela perde peso quando entra em contatos com esses alimentos hoje ela tem 2 ano e 6 meses tem reação severa com o cheiro desses alimentos desencadeia reação grave gostaria muito de saber se uma dessensibilização por homeopatia nesse caso ajudaria muito?????o que o DR acha???aguardo ansiosa por sua resposta.

    • drpaulomaciel disse:

      Elisandra:
      Sua filha provavelmente tem a chamada “reação alérgica cruzada”: cerca de 50% das pessoas alérgicas ao leite de vaca apresentam alergia simultânea às proteínas de outros alimentos incluindo ovos, soja, amendoim, achocolatados, laranja, peixes e trigo.
      A homeopatia não é a técnica terapêutica adequada para isso; as melhores técnicas são a Imunoterapia Ativada e a Lisadoterapia.
      A Imunoterapia Ativada (ITA) foi trazida para o Brasil pelo Dr. Gilberto Pradez; em 1972 ele montou sua primeira Clínica Pró Alérgico Ciência no RJ, Botafogo ,e anos mais tarde montou mais duas Clínicas Pró Alérgico Ciência na Tijuca (1992) e depois na Barra d Tijuca (1999). Dê uma olhada no site dele: http://www.proalergico.com.br/.
      Já os Lisados são produtos contendo peptonas, extratos, tissuloextratos desalbuminados, oligopeptídeos, proteolisados, entre outros e são um complemento alimentar obtido por meio da ruptura (hidrólise enzimática) de bases protéicas naturais – glândulas, tecidos animais e/ou vegetais. Sua ação curativa se dá através de 3 mecanismos biológicos diferenciados: 1. Por nutrição celular, ante carências orgânicas patológicas; 2. Pelo efeito de tolerância oral, que inibe a agressão biológica que se produz em casos de doenças auto-imunes; 3. Por sua mediação intercelular, gerada pela presença de peptídeos e polipeptídeos, que atuam como sinérgicos. Alguns exemplos de produtos específicos para diminuir a resposta alergênica e desensibilizar o paciente, são: Imuno-Dessensibilizante (Id) Regular (Indicado em todos os estados alérgicos. Coadjuvante no tratamento da asma, rinites crônicas, alergias alimentares). Alergo Complex (Indicado para Alergias, doenças da pele, problemas nos brônquios, imunodeficiências). Multivita – Rã Complex (Indicado para alergias alimentares e doenças do aparelho respiratório, também em processos inflamatórios em geral.
      Abs.

  13. Jéssika disse:

    Olá doutor Paulo, está de parabéns pelo site muito esclarecedor. Quando vi o tópico falando de alergias vi que o senhor poderia ajudar-me. Recentemente minha tia de 45 anos, que é alergica desde pequena a diversos alimentos e medicamentos fez um novo teste de alergia e descobriu muitas restrições alimentares .Entre os principais alimentos restristos estão: feijão, arroz, carnes, camarão, trigo e derivados, soja, abacaxi, morango,cebola,peixes, cafe, banana, laranja, milho e derivados, alface, tomate, batata inglesa, leite, entre outros. A alegia faz com que ele fique com o corpo inchado, intoxicada, com os olhos vermelhos e dor de cabeça. O stress ou qualquer irritação tbm faz com que ela tenha uma crise alergica. O que gostaria de pergunta-lhe é quais alimentos podem substituir a dieta básica dela? Já que os principais alimentos (arroz, feijão carnes e algumas verduras e legumes) foram restrigidos, o que pode substitui-los sem fazer com o que o corpo dela perca os nutrientes esseciais que são encontrados nesses alimentos? Aguardo ansiosa a sua resposta e desde já agradeço mutissimo pela ajuda.

    • drpaulomaciel disse:

      Jéssika:
      Qual foi este exame que ela fez para dar positivo para tantos alimentos?
      Para buscar uma orientação nutricional considero mais adequado uma consulta com uma nutricionista, em particular uma especialização chamada “Nutrição Funcional“, que é a mais próxima da Ortomolecular e que trabalha muito bem com as questões das alergias alimentares. Veja se você encontra alguém desta área em sua cidade. Abs.

  14. Rose disse:

    Olá doutor Paulo,fiz um exame de colonoscopia e na biópsia deu ileite crônica moderada com formação de foliculos linfoides sem sinais de malignidade.Como sou alergica a leite,gostaria de uma opinião do sr se isso tem haver com alergia.Apesar de ñ tem feito nem um exame de alergia só foi com a retirada do leite e seus derivados,e fez uma diferença enorme no meu organismo me sinto outra,só o que me encomoda é a ardencia que sinto em volta da boca as vezes na palma da mão esquerda.Dr encontrei um médico perto de minha cidade que faz o teste com Vegatest esse teste é de total confiança posso confiar neste tipo de teste dr ? Dá para saber alergia a medicamentos tbem? Pois fiz endoscopia e deu uma pequena gastrite e bactéria H Pylori,mas o médico ñ me passou nada de medicamentos por ser alergica achou melhor fazer o teste primeiro. Dr no exame de sangue deu negativo H Pylori achei estranho dar na biopsia e no exame de sangue negativo o sr por favor poderia me dar uma opinião sobre isso,pois sei que os médicamentos p/ bacteria são cruéis e na verdade ñ sei o que faço! Aguardo resposta um bom feriado.Abs.

    • drpaulomaciel disse:

      Rose:
      Que exame de sangue você fez? Anticorpos anti Helicobacter pylori?
      A ileíte crônica é causada por muitos microrganismos como bactérias e vírus, entre eles salmonelas, shigellas, enterococos, rotavírus, citomegalovírus e o bacilo da tuberculose. Uma das causas mais freqüentes de ileíte crônica na população em geral é a doença de Crohn.
      Quando a responsável é a alergia ao leite ou outro alimento ocorre uma reação inflamatória em todo o tubo digestivo, inclusive o esôfago, e não apenas no íleo.
      O Vegatest é confiável, mas se você quiser testar algum medicamento ou alimento pouco comum, é necessário levar uma amostra para fazer a avaliação na hora, ok?
      Abs.

  15. Rodrigo disse:

    O Sr pode indicar um cardiologista no Rio de Janeiro para orientar a “retirada” de estatina de tratamento? Obrigado

  16. Camilla disse:

    Dr. Paulo, boa tarde!
    Minha filha esta com 8 meses e aos 2 meses começou a evacuar sangue pelas fezes, só aos 4 meses e meio começou a tomar o Neocate que sessou esta reação, porém após a inserção de alimentos esta empolando o corpo com frequencia, porem ainda não foi detectado qual alimento esta fazendo isto… Já procurei varios medicos e não sei mais o que fazer, o que o Sr. orienta? No aguardo. Muito Obrigada!

    • drpaulomaciel disse:

      Camilla:
      Cerca de 50% das pessoas apresentam alergia ao leite de vaca apresentam também alergia simultânea às proteínas de outros alimentos, incluindo ovos, soja, amendoim, achocolatados, laranja, peixes e trigo.
      Abs.

  17. Rose disse:

    Dr Paulo,obrigado por responder minhas perguntas.O exame que fiz de sangue foi helicobacter pylori,anticorpo IgG e deu negativo, mas eu fiz o vegatest e constatou realmente a bactéria e estou tratando com homeopatia sei que é um processo demorado mas estou bem graças a Deus.E no vegatest foi detectado alérgia de bastante coisas leite, café,coca-cola,pó royal,castanha,nozes,amendoim,mamão,melão ,melancia,repolho,couve-flor,brócolis enfim,Mas fiz um exame de urina e um de sangue no consultório que fura a ponta do dedo ñ lembro o nome e o médico descobriu que estou com fungo intestinal,estou tomando medicamentos naturais e já estou bem melhor graças a Deus, a ardencia na boca,na mão e envolta da boca ñ tenho mais, eu ñ perguntei a ele mas acho que a eleíte é por causa do fungo ñ sei eu acho,Bom obrigado por tudo porque em primeiro lugar foi Deus que me levou até esse site e usou o sr para me dizer que tudo que eu estava sentindo era reação sistemica e o sr me alertou a tirar leite e seus derivado o sr foi um canal usado por Deus p/ me ajudar porque só Deus sabe o que eu estava passando mas uma vez muito obrigado que Deus o abençõe muito.Bom estou fazendo tratamento com um médico que é mais proximo da cidade onde moro e trabalha com o vegatest e com homeopatia,alopatia e prática ortomolecular.Abs.

    • Rose:
      Paracelso disse uma vez: “Quando um médico cura mais doentes, isto não significa que ele é um médico melhor que os outros, mas sim que Deus escolheu ele mais vezes”. E Jesus dizia: “Foi tua fé que te curou”. Pensando nisto, quem encontra a cura é aquele que já estava pronto para ser curado. Por isso, agradeça a você mesma por ter conseguido chegar a este ponto de sua auto-cura.
      Abs.

      • rony demetrio disse:

        parabens alem de bom ,esclarecedor ,vc de liçao de humildade ,muito diferente de muitos medicos que tiveram sua formação imposta pelos pais ou pelo dinheiro!Deus te ilumine e guarde vc sempre !parabens!

  18. Maria disse:

    tenho um bebe de que nasceu no dia 03/01/2011, desde que mamava em mim ja tinha varias coisa, rinite, sague nas fezes, diarreia, chiado no peito,nas costa e no nariz, deu varias crises ficava roxo, suando frio, gritos, chorro forte, encrinava a cabeça p traz, chutava, vomitos,,, e hoje toma neocate, ja comeu maça, banana, pera e mamao e passou mal… por um a caso ele comeu um pedacinho de farelo de pao e minutos depois ficou todo cheio de bolinhas vermelhas… e um dia apos a uma festa ele amanheceu todo cheio de bolhas vermelhas tambem… o medico dissse que ele tem alergia alimentar multipla e severa..tem cura????? com quantos anos??
    sou do interior do rio sao joao da barra… tem exames ou textes que possa fazer nele???????obrigada!!!!!!!

  19. Patricia Avelino disse:

    Doutor nunca tive nenhum tipo de alergia,mais tem mais ou menos um mês que se eu comer linguiça,salsicha,camarão etc,meu corpo fica com varios eritemas vermelhos e minha boca começa inchar muito,gostaria de saber se isso relamente é alergia e o que eu devo fazer?abs

  20. Patricia Avelino disse:

    Esse tipo de alergia é possivel,pois nunca tive isso antes e já estou com 25 anos e só agora começou a desenvolver.
    obrigada

    • Patrícia:
      Qualquer pessoa que tenha tendência genética à resposta alérgica pode desenvolver qualquer alergia (de pele, respiratória ou alimentar) em qualquer época da sua vida, ok?
      Basta para isto que seu sistema imunológico reconheça algo como “corpo estranho” para começar a atacar.
      Abs.

  21. Celber Xavier disse:

    Minha filha tem alergia ao leite de vaca. Com um ano e um mês levamos a um alergista e posteriormente por um exame de sangue foi confirmado a suspeita.
    O primeiro exame de sangue (IGE específico para leite de vaca) o resultado foi 11. A partir deste momento começamos a dieta com restrição a todos alimentos que continham leite ou traços do leite. A poucos dias retornamos ao laboratório para repetirmos o exame (ige específico para leite de vaca) depois de dois anos do resultado do primeiro, o resultado deste segundo exame foi 20. O normal não seria a diminuição destes valores ?

    Desde já agradeço a sua atenção

    • Celber:
      Um dos grandes problemas das proteínas do leite é que existem mais de trinta sítios (locais) alergênicos que podem causar problemas. O que ocorre na alergia é a produção de grandes quantidades de imunoglobulinas contra os sítios alergênicos, causando as mais diversas reações.
      No caso da alergia às proteínas do leite, é muito difícil mudar os sítios ativos das proteínas, tornando-os inativos. Em alguns casos, ocorre também o que se chama de alergia cruzada, ou seja, os sítios alergênicos ocorrem também em proteínas de outros alimentos, incluindo ovos, soja, amendoim, achocolatados, laranja, peixes e trigo.
      Em um estudo realizado no Canadá em 97 crianças alérgicas às proteínas do leite (media de 18 meses de vida), reavaliadas aos 5 anos, 72% eram ainda alérgicas aos dois anos, 46% aos quatro anos, e 22% aos seis anos. Somente 24% das crianças eram alérgicas somente às proteínas do leite. Os outros alimentos envolvidos foram ovo (58% do total), soja (47%) e amendoim (34%).
      Este aumento pode indicar, portanto, as seguintes possibilidades: 1. Contato eventual com proteínas ocultas de leite (alimentos industrializados que contém “traços” de leite); 2. Reação alérgica cruzada com outro alimento como os citados; 3. Contaminação por contato direto ou indireto com produtos lácteos.
      Abs.

  22. Ana Luiza Mesquita disse:

    Dr. Paulo, tenho um bebê de 6 meses e meio (João Victor) que está começando a comer sólidos, pois até então só mamava LM. Está comendo papa de legumes (batata, cenoura, moranga, chuchu) na creche, além de papa de frutas. Na segunda-feira, dia 22, após mamar LM e dormir uma soneca, dei uma banana-maçã amassada por volta das 21hs. Uma hora depois, começaram a aparecer uns vergões vermelhos na parte interna das coxas. Na terça, dia 23, pela manhã, já estava com o corpo coberto de urticária. Foi medicado por um pediatra da Emergência da Sta Casa de Porto Alegre, o qual disse que provavelmente é alérgico à banana, pois a resposta do organismo foi bem pontual. Mas como saber? Qual o tempo para este tipo de alergia se manifestar? Poderia ser dos alimentos que comeu na creche durante o dia? E, existe a possibilidade da manifestação da alergia ter acontecido pela própria adaptação do organismo à comida, já que anteriormente só mamava LM? Aguardo resposta, Obrigada! Um abraço, Ana Mesquita

    • Ana Luiza:
      A única forma segura de saber é fazendo os exames de alergia nele: 1. Teste Rast para IgE; 2. Prick test da pele; 3. Teste de alergia para alimentos por IgG.
      A outra maneira (não recomendada) é dar novamente a banana e ver se surgem novamente os sintomas.
      Não existe a possibilidade dos sintomas serem uma adaptação do organismo às comidas; estes sintomas são de alergia com certeza.
      Abs.

  23. Nubia disse:

    Ola Dr, primeiramente parabens pelo trabalho maravilhoso que esta desenvolvendo. Fico feliz que existam pessoas assim no mundo.
    Tenho 32 anos e venho desenvolvendo varios tipos de alergias que algumas desconheco a causa. No geral, minha pele incha, aparecem coceiras e vermelhidoes e vao ficando mais graves a cada vez. O problema e que suspeito que seja relacionado a imunidade tambem pois os mesmos alimentos muitas vezes nao me causam nada.
    Talvez me ajudasse se eu soubesse quanto tempo leva em media, para uma irritacao diminuir depois de ter ingerido o alimento que me causa alergia?
    grata

  24. CLAUDIA disse:

    OI Dr Paulo meu filho tem 6 anos e a 5 anos eu acredito q tem alergia a algun aliemnto.Ele tem diarréia frequente as vezes duração de 3 semanas.Eu levei ele em ótimos profissionais evários exames foram realizados ,porém até agora não foi diagnosticado nada.Já foi realizado até colonoscopia e endoscopia.Nesta havia uma pequena irritaçaõ no intestino q acredito q seja do aliemnto q ele ingeri.
    Peço q por favor indique um médico alergista em POA .Até agora levei meu filho em gastro pediatra mais estou desistindo…Pq acredito q preciso levá-lo num alergista.
    Agradeço a atÊnção e o retorno do email.
    Claudia

  25. JOSICLEI ZERMIANI COSTA disse:

    OLÁ DOUTOR! TUDO BEM? ME AJUDE. TENHO 40 ANOS E A DIAS ESTOU COM ALERGIA DANADA, RENITE EU ACHO. MINHA PREOCUPAÇÃO FOI QUANDO EU CHUPEI MELANCIA, FIQUE COM UMA COCEIRA NA GARGANTA, HORRIVEL, FIQUEI ROUCA. E AGORA FOI O ABACATE, BEM PIOR QUE MELÂNCIA. QUESTÃO DE MINUTOS EU ESTAVA COMPLETAMENTE SEM VOZ, UM SUSTO EU LEVEI, DEMOROU UM POUCO,UMA AGÔNIA EU SENTI, MAS A VOZ AS POUCOS FOI VOLTANDO, O TOMATE TAMBÉM ME ENCOMODA, COÇA OS OLHOS. O QUE EU FAÇO, AINDA NÃO PROCUREI O MEDICO, QUEM EU DEVO PROCURAR, PODE ME AJUDAR???? URGENNNNNNNNTE…

    • Josiclei:

      Em que cidade você mora? Você tem que procurar um alergologista, ou seja, um especialista em alergias.
      Como você citou alergia à melancia e ao abacate, o que você tem é provavelmente uma alergia a frutas cruzada por causa do látex.
      As frutas que tem maior incidência com reação cruzada ao látex são: Banana , mamão (papaia), abacate, kiwi, abacaxi, maracujá, cereja, melancia, pêssego, maça, coco, damasco e morango.
      Se os sintomas voltarem tome um antialérgico para evitar a anafilaxia.
      Abs

  26. JOSICLEI ZERMIANI COSTA disse:

    Olá doutor, tudo bem?
    Estou precisando de sua ajuda.
    Tenho 40 anos e a dias estou passando por uma alergia, penso que é uma renite.
    O que realmente me preocupou, foi quando eu comi abacate e melância.
    Passei momentos difícieis, senti muita coceira na garganta e aos poucos eu estava completamente sem voz.
    Fiquei agoniada, sufocada.
    O que eu faço????
    Quem eu devo procurar????
    Pode me ajudar???
    Abraço
    Urgennnnnnnte!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  27. Elisabete souza disse:

    Ola Dr. Paulo, tenho 50 anos e faz 3 anos q foi descoberto q tenho intolerância ao glutem, no começo parei de comer os produtos q ele contem, mas aos poucos fui voltando a comer principalmente o gostosinho pão, antes de descobrir eu tinha diarreia, q parou quando eu parei de comer glutem, mas agora estou comendo aos poucos minha bochecha incha de vez em quando, as vezes de um lado e as vezes de outro lado, não doi, não é dente e nem ouvido, seria da alergia ao glutem? Obrigado.

    • Elisabete:
      Primeiramente é necessário diferenciar “Doença Celíaca” de “Alergia ao glúten”, ok?
      A Doença Celíaca é genética e incurável, ou seja, sempre que o portador voltar a comer o glúten, voltará lentamente a ter os sintomas, já que o seu gen não muda, apenas silencia.
      Quando a questão é alergia ao glúten, como qualquer outra alergia, ela pode causar este sintoma, como qualquer outro relacionado na tabela dos sintomas.
      Abs.

  28. Danielle disse:

    Olá Drº Paulo boa tarde!

    Tenho 32 anos e apareceu tipo uma vermelhidaõ e ao consultar o alergista estou fazendo varios teste e no teste alimentar no qual se coloca uns liquidos nos 2 braços e depois da uns cortezinhos deu que tenho alergia a leite , cacau,morango,abacaxi,camarão,trigo,gema de ovo,cebola,alho acho estranho pq essa é a primeira vze que tenho isso e sempre comi nunca tive reações ou será que tenho e não percebo?tem cura para alergia a tantos alimento?

    obrigada!!!

    • Danielle:
      Cerca de 50% das pessoas que apresentam alergia ao leite de vaca têm também alergia às proteínas de outros alimentos, incluindo ovos, soja, amendoim, achocolatados, laranja, peixes e trigo e cerca de 50 a 80 % delas apresentam também podem apresentar alergia a inalantes alergênicos, como pólen, pelos de animais, mofo, poeira de carpetes etc. As alergias alimentares podem surgir em qualquer idade; basta para isto que a pessoa tenha predisposição genética e contato dos alimentos com a corrente sanguínea por doenças como úlceras, parasitoses, etc. Se você ainda tem alguma dúvida sobre estas alergias, faça os testes de sangue tipo RAST, que confirmam ou não as alergias do tipo I, por IgE, que aparecem no exame da pele, ok?
      Abs.

  29. daiane disse:

    eu tenhu reação a lactose…barriga inchda tudo…as veses parece estar curada mais depois volta tudo de novo os sintomas…o que fazer alem da dieta….

    • Daiane:

      A primeira coisa a descobrir é se você tem 1. Alergia às proteínas do leite de vaca, ou 2. Intolerância à lactose (açúcar do leite).
      Para cada caso existe uma orientação diferente, por isso a necessidade de identificar melhor o que você tem.
      Leia os meus textos sobre alergia ao leite de vaca e intolerância a lactose.
      Abs.

  30. Elizete disse:

    Bom dia

    Dr Paulo fiz uma cirurgia nefecritomia radical dia 17/10/2011
    após a cirurgia, fiquei com uma coceira nos pés e mãos na sola do pé na palma da mão nos dedos e a vezes no corpo e alguma parte do corpo, fica uns vergão mas não consigo ver se tem alguma bolinha parece que não tem nada e começa a coçar fico desesperada o medico achou que podia ser algum produto usado na cirurgia me receitou remédio depois de 15 dias voltou, ele disse que do medicamentos usado na cirurgia não podia ser, pois já havia passado muito tempo e os medicamentos já não estão mais no organismo, parei de tomar o medicamento e começou a coceira de novo, a única coisa que percebi foi que quando fui internada comecei a comer mamão e com medo de ficar ressequida continuei a comer mamão, se eu parar de comer mamão quanto em quanto tempo para a coceira? pode realmente ser do mamão?

  31. Mariliza disse:

    Dr.Paulo, por gentileza sofro de indigestao ha 20 anos parece que apos alimentar-me as vezes alguma coisa inflama, abaixo costelas esquerdas e fico muito inchada, arrotos,almoco e ja esta na hora da janta e nao digeri o almoco. Sempre acordo com muita nausea,gosto boca. Enfim somente alguns dias no mes que como melhor o retante e dificil Cansei de usar omeprazol me dizem que tenho aparelho digestivo lento.Nao acredito, Nao sinto dor somente nauseas indigestao tontura e mais recentemente comei com fraqueza nas pernas deve ser deficiencias de nao conseguir comer direito.O intestino e muito preso e gases tambem e a minha alimentacao e a base de frutas.Bem agora esta fraqueza pernas fico mais sentada e so tenho 44 anos mas sinto 88 anos .Isso pode ser intolerancia a alguns alimentos? como faco testes. JA FIZ DE GLUTEN E LACTOSE MAS NAO SOU ALERGICA. qUANDO ESTOU MAIS ENAUSEADA SINTO CECEIRA PELE E NARIZ.mORO NO RS – Porto Alegre, se puderes me indicar alguem aqui.
    oBRIGADA

  32. Emmanuelle disse:

    Dr,há dias eu to com uma coçeira forte no corpo inteiro,por achar que deveria ser alergia à setralina,parei de tomar ha 3 dias,a coçeira melhorou mt,mas nao melhorou completamente,o que pode ser? alergia a setralina mesmo ou pode ser outra coisa?

    • Emmanuelle: Se você já estava tomando a Sertralina há algum tempo, provavelmente não é ela que está causando a alergia.
      Mas não se esqueça também dos componentes da fórmula do comprimido: Cada comprimido revestido de 50 mg contém: cloridrato de sertralina (equivalente a 50 mg de sertralina base)………………..56 mg
      Excipientes: croscarmelose sódica, amido, lactose monoidratada, dióxido de silício, estearato de magnésio, hipromelose, macrogol, dióxido de titânio e corante amarelo FDC nº 6 laca de alumínio..
      Se a retirada da droga não curou a alergia em 3 a 5 dias, o problema é outro.
      Abs

  33. Jeanne disse:

    Dr. Paulo,

    Preciso de sua ajuda, moro em Brasília, meu nome é Jeanne, tenho 32 anos e a 1 ano atrás me diagnosticaram Alérgia alimentar a (leite,e derivados uva, trigo, cacau,chocolate, pimentão verde, carne bovina,açucar),Rinite Alergica, asma e desvio no septo, porém já tirei todos os alimentos, mas quando tenho contato raramente com qualquer cheiro forte(perfumes,inseticidas,desodorantes, detergentes e etc), poeira, fumaça,até mesmo de movéis novos e colchões novos, sinto dor de cabeça, falta de ar, tosse seca, corisa entre o nariz e a garganta, olhos vermelhos e irritados, queda de pressão e as vezes sobe a pressão, dormencia nos braços, fraqueza nas pernas, dores no ouvido, pescoço e nuca e dores abdominais e toracica, primeiro tomei vacina que acabou piorando minhas crises e o alergista suspendeu e passou Loratidina, que já passou para o Desalex e agora tomo o fumarato de cetotifeno, bem como Seretide para asma, e quando a garganta incha e as vezes corre pro Hospital que dizem que é Edema de Glote e outros dizem que é Inflamação de garganta e outros dizem que é Tireóidite aguda, provocada pela alergia, então para não correr o risco de ir ao hospital o alrgista me receitou tomar o prednisona nas crises fortes, gostaria de saber se essas medicaçõespodem trazer complicações futuras para minha saúde e por que esses medicamentos ainda não controlaram minhas crises, pois continuo tendo crise e se existem algum especialista aqui em Brasília que possa me ajudar no controle dessas crises, já que fui em vários e ninguém conseguiu diminuir as crises.
    Parabéns pelo Site e obrigada por ajuda e esclarece todos nós que sofremos desse mal!

    • Jeanne, procure por este médico em BSB:

      Dr. Edison Saraiva Neves. CRM 4976/DF. Homeopatia, ortomolecular e nutrologia.
      SHLN Bloco J Ed Multiclinicas, S/N – SLS 305, 306, e 307
      Telefone: (61) 3274-8661 e 3274-6540
      Bairro: Asa Norte – Cidade: Brasilia Estado: DF – CEP: 70770-550

  34. Roberto disse:

    Boa tarde, Dr. Paulo.
    O senhor conhece algum laboratório em Brasília ou São Paulo que faça exames para 90 e 200 alimentos por IgG?
    Obrigado!

  35. Juliana disse:

    Meu filho comeu um biscoito de chocolate da marca
    animados zoo levou para o colegio durante uma semana e umas duas horas e meia
    mais ou menos inchou a boca e um dia antes ele tambem inchou a boca,os olhos.o rosto comecou a se cocar so que no dia anterior ele comeu um biscoito de chocolate branco da marca nestle e dormiu a noite acordou assim de manha num sei o que é nem o levei no hospital meu marido acha que vai passar mais eu nao acho que vai passar.queria alguma resposta e tambem esta com diarreia estou preocupada o que pode ser doutor?!um beijo juliana

    • Juliana:
      Perdoe-me pela demora em responder, mas o que ele teve foi uma alergia alimentar.
      Como ele ficou depois da sua pergunta? Procure um especialista em alergia porque o quadro dele pode evoluir para um choque anafilático, ok?
      Abs.

  36. Janaina Bittencourt Barreto disse:

    Dr.Paulo, bom dia, já enviei outras mensagens para o amigo, mas não obitve resposta, poderia enviar um e-mail seu? esotu a 2 anos convivendo com uam intolerância alimentar bem severa, e outros tipos de alergia, já tive reações graves como a tal da hipoglicemia reactiva e não estou tendo melhora com os tratamentos que estou fazendo, gostaria de saber onde fica seu consultório, a possibilidade de uma consulta, moro em João Pessoa , PB, mas me disponho a ir até o amigo. Aguardo contato e muito obrigada, Janaína.

  37. janice freire disse:

    Dr. Paulo…

    tenho 52 anos, tenho colite cronica de fundo nervoso a uns 15 anos,me cuido muito na alimentação pq tenho reações como diarréias a dores de cabeça com vomito, em novembro comecei com sintomas diferentes;gosto amargo na boca, de madrugada regurgitei varias vezes a bilis,acordava apavorada, pq parecia um explosão dentro de mim,isso passou e comecei a ter dores de cabeça,enjoos,dor nas mãos e nos braços as vezes nas pernas, são dores que migram,então fui num reumatologista que pediu um exame de sangue que diagnosticou uma inflamção na coluna, fiz uma cintilografia e deu sómente a inflamação,estou tomando tylex a 2 meses com um corticoide,e continuo com dores no corpo, e as vezes dores de cabeça com enjoos,ja não sei mais o que fazer,minha familia ja não acredita mais que tenho dores,sera que to tomando tylex a toa?não aguento mais dr..me de uma luz!obrigado!

    • Janice:
      Seus sintomas não estão relacionados com a inflamação da coluna, mas provavelmente estão sendo originados no fígado ou na vesícula biliar. Faça um exame chamado “provas de função hepática” e uma ecografia do abdomen total para analisar fígado e vesícula biliar, ok?
      Abs

  38. Fernanda disse:

    Dr Paulo,

    Minha filha de 3 anos vem desde Novembro com infeccoes nos ouvidos,cura isso, comeca uma tosse estranha, vou ao medico , eh antiobiotico, xarope e estamos assim desde entao. Houve um episodio quando estavamos dormindo e ela comecou a chorar ,com manchas vermelhas pelo corpo todo , muita febre e uma olheira que eu nunca vi igual, nela muito menos .Estavamos ai de ferias no Brasil e retornamos ao nosso pais de residencia os USA e ela segue assim, estranha, levei ao alergista e imunologista e ele disse que eh intolerancia a lactose, gluten , proteinas e acucar. Estou meio zonza pq eu sei que eh so fazer dieta, mas sera que eh so isso mesmo? o quao serio eh isso? Minha filha mais velha , de 18 anos sente dores de cabeca a vida toda e nao ha o que faca parar, o senhor acredita que isso seja alergia alimentar tbm? pq ja procuramos tudo e nada ajuda .
    muito obrigada
    um abraco , adorei seu site

    • Fernanda:
      O problema da sua filha mais velha provavelmente também é de alergia alimentar. Tenho visto pacientes que têm dores de cabeça crônica por mais de 30 anos e todos os casos eram alergias alimentares. O mais provável, sempre, é do leite de vaca e do glúten. Em segundo lugar vêm o açúcar e embutidos.
      A dieta restritiva dos alimentos reativos é essencial para diminuir a resposta alérgica e na maioria dos casos, a retirada total dos alimentos por 6 meses a 1 ano resolve o problema. O mais difícil é o leite de vaca, que pode levar 3 a 5 anos para diminuir a resposta alérgica.
      Existem alternativas de tratamento, como vacinas, lisadoterapia e medicina quântica, mas nos EUA acho difícil que você encontre.
      Abs.

  39. Talita alves disse:

    Boa noite me chamo talita e tenho passado mto mal nos ultimos 2 anos. Tive gastrite moderada juntamente c H.pilory e após o tratamento-erradicaçao da bacteria sofro com flatulencia e constipacao apos comer pao, macarrao, pizza, salgados d forno, enfim tdo q foi fermentado biológicamente. Ja fiz dois examesd sangue p saber se sou celíaca e deu negtivo, hj fiz um mif e parasitologico e na segunda vou fazer uma abdominal total pq o gastro ta desconfiando q eu tenho alguma koisa no fígado, ja q sinto dores no lado direito na altura do fígado alem da sensacao d inchaço constante. eu ja to em depressao por isso n consigo fazer a dieta q o medico passou, pois nao saber o q tenho eh desesperador. Me ajude será q estamos no caminho certo?

    • Talita:
      Pelos seu relato, você tem alergia alimentar ao glúten, o que é diferente da Doença Celíaca (DC).
      A DC é uma doença genética, onde um ou mais genes produzem anticorpos para atacarem o glúten dos alimentos (encontrado no trigo, aveia, cevada, centeio e malte).
      A alergia alimentar ao glúten é como qualquer alergia do tipo II, causada pela produção de IgG e que dá sintomas parecidos ao da DC, mas tem causa diferente.
      Faça uma experiência e retire totalmente o glúten da sua dieta por uns 10 dias e observe o resultado, ok?
      As dores podem ser causadas pelos gases que a alergia causa, e não provenientes do fígado; mas vale a pena fazer um teste de “prova de função hepática” e uma ecografia abdominal para ver o fígado e a vesícula biliar.
      Abs.

  40. Regina M.Brendolan disse:

    Olá Dr. MACIEL…Tenho depressão/Panico Social/e creio que intolerância a lactose., minha médica me receitou um anti-depressivo (sertralina) que contem Lactose, não sei dizer o percentual. só que tomando esse medicamento e ingerido., ele me causa Dor de barriga quase que imediata a tudo que como., menos batata e arroz.Até água que tomo me dar esse desconforto. Já abordei o assunto com minha médica e a mesma disse que não tem nada haver, que isso e do meu sistema emocional. Estaria ela correta, ou virou moda os prof.do ramo caracterizar td que se tem hoje em dia , como sistema emocional abalado e ou virose?.Aguardo sua resposta pois esta difícil manter o tratamento, nao posso parar sem autorização médica, e se continuo me da esses problemas. O que Fazer Doutor. Maciel me ajude.
    Obrigada Regina

    • Regina:
      Na bula da Sertralina está escrito claramente:
      “Reações adversas: Efeitos adversos incluem:distúrbios sexuais (diminuição do desejo sexual, impotência, distúrbios da ejaculação; e na mulher, ausência de orgasmo); distúrbios gastrintestinais (náuseas, vômitos, diarréia, falta de apetite e perda de peso); boca seca; dor de cabeça, fadiga, sedação, insônia, inquietação excessiva, confusão, tontura, tremores, sudorese.
      Se a médica não quer aceitar nem entender e nem trocar de remédio, troque de médico!
      Abs.

  41. gilberto disse:

    o Sr traabalha no rio de janeiro? onde?

  42. camilla disse:

    Finalmente achei alguem discutindo isso…eu quando como açai, amendoim, castanha e quejo mais gordo sinto um aperto no pescoço, dormencia nas maós, palpitações e sensação de que vou morrer, pq aperta tudo dentro de mim…depois tenho como se fosse uma descarga ai vem a vontade de soltar gazes, como se tivesse tido vasoconstricção seguida de vasodilatação. É muito estranho…ja me disseram que era sindrome do panico (rsrsr) mas sei que está associado a comida. Noto tb que quando faço exericico, eu fico com sintomas parecidos, mas em menor proporção…me doga, por gentileza, o que faço e onde procuo ajuda. grata desde ja[] camilla

    • Camila:
      Embora a maioria das pessoas e dos médicos não saibam, as alergias alimentares vão apresentar sintomas nos órgãos e sintomas geneticamente mais fracos, que a medicina chama de “órgãos-alvo”.
      E dentro dos sistemas humanos, a alergia pode também afetar o Sistema Nervoso central, com os seguintes sintomas:
      1. Déficit de atenção.
      2. Ansiedade.
      3. Síndrome de pânico.
      4. Diminuição de coordenação motora.
      5. Agressividade, inquietação e gagueira.
      6. Certas formas de autismo e esquizofrenia.
      7. Depressão e crises de choro.
      8. Hiperatividade em crianças e adultos.
      Procure auxílio com um médico que entenda destes assuntos, sem ser especialista, pois os especialistas não enxergam nada além da sua preparação técnica.
      Abs.

  43. Tamara disse:

    Olá Dr,

    Você poderia me indicar algum médico que faça o Vegatest em Brasília? Eu vi que você indicou o Dr. Edison Saraiva em Brasília para uma pessoa, mas liguei lá e ele não faz este teste.
    Obrigada,

  44. neris disse:

    Tenho inchaço na boca e no rosto ficando deformado, acredito que seja das frutas e legumes, pois como se sabe a alta carga de agrotóxico colocado nesses produtos é inexplicável, chega ser criminoso por parte dos produtores de escala comercial. Elimine todos esses produtos da minha dieta diária e passei a usar os mesmos, porém, orgânicos e realmente desapareceu esse tipo de alergia. Portanto, vamos parar de comer veneno…

  45. RONILDSON GILMAR DA SILVA disse:

    “URGENTE”
    NÃO TENHO CERTEZA , POREM PARECE QUE OS SINTOMAS QUE ESTOU SENTIDO(COCEIRA FORTE EM TODO O CORPO, VERMELHÃO PELO CORPO TODO) É PROVENIENTE DO BOBÓ DE CAMARÃO QUE COMÍ NO ALMOÇO NESTE ULTIMO DOMINGO(25-03-2012).
    A COCEIRA ESTÁ INSURPOTÁVEL E ESPEREI ATÉ HOJE (TERÇA FEIRA /27-03-2012) PARA VER SE MELHORAVA E NADA.
    ESTOU NO TRABALHO E COM MUITA DIFICULDADE POIS A COCEIRA NÃO ME DEIXA EM PAZ.COÇA DA CABEÇA AOS PÉS.
    O QUE DEVO FAZER? PROCURAR UM CLÍNICO GERAL, UM DERMATOLOGISTA OU O QUE?
    ME RETORNE O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

    • Rodnilson:
      Eu não tenho lido as mensagens com frequência por causa do excesso de trabalho, mas espero que você tenha resolvido satisfatoriamente o seu problema.
      Com certeza é alergia alimentar e o tratamento para uma crise como a sua é antialérgicos comuns.
      Abs.

  46. adrian disse:

    Dr. Paulo minha filha tem 10 meses e depois de comer melancia mais ou menos umas 3horas depois o corpinho dela encheu de caroçinhos tipo brotoeja sera q pode ser pela melancia? andei pesquisando aki na internet mas os sintomas para alergia a melancia são outros. que vc acha me de uma opinião ela ta tomando prednisolona e uma pomada cetoconazol

    • Adrian:
      Não existe nenhum sintoma específico de alergia a determinado alimento, já que os sintomas dependem do tipo de alergia do paciente, e não do produto em si.
      A maior parte dos sintomas surge minutos a duas horas após a ingestão. Tanto a natureza da reação como seu tempo de início e duração são importantes para estabelecer o diagnóstico de alergia alimentar. As reações cutâneas (que envolvem a pele) mais comuns são: urticária, inchaço, coceira e eczema; do sistema digestivo: diarréia, dor abdominal, vômitos, do aparelho respiratório: tosse, rouquidão e chiado no peito. Em crianças pequenas, a perda de sangue nas fezes, pode ocasionar anemia e retardo do crescimento.
      A chamada “alergia oral” é uma manifestação de alergia alimentar que ocorre após o contato da mucosa oral com determinados alimentos. As manifestações são instantâneas: coceira e inchaço nos lábios, palato e faringe. Os alimentos freqüentemente envolvidos são: frutas como:melão, melancia, banana, pêssego, ameixa, e aipo.
      O ideal é fazer os testes tipo RAST ou prick test da pele para identificar os alimentos que ela tem alergia.
      Abs.

  47. patricia franco disse:

    eu estou com um processo alergico a tres dias nao sem bem o que causou acho q sou alergica a frutos do mar pois no natal comi um arroz com bacalhau e tive reacao fiquei toda inchada e com falta de ar fui parar no pronto socorro mas dessa vez nao sei bem o q causou e vai e volta ja fui 2 vezes ao pronto socorro tomo medicamento na veia e quando passa o efeito ela volta, agora esta mais fraca pois estou tomando remedio direto,mais ainda estou inchada e com coceira ,pela aspera,isso me assusta e me incomoda.se alguem poder me responder valeu .Obrigada desde ja.

  48. patricia franco disse:

    só mais uma pergunta a causa da alergia pode se manifestar por dias no organismo.Ou é algo q estou comendo q ela nao cessa.
    alguem se torna alergico do dia pra noite ou ja nasce assim

    • Patricia:

      Uma pessoa tem que nascer com “predisposição genética” para desenvolver algum tipo de alergia, que pode ser de pele, respiratória ou alimentar.
      Uma pessoa com esta predisposição pode desenvolver sintomas em qualquer época de sua vida.
      Abs.

  49. Jubia disse:

    Oi, Dr Paulo tenho uma filha de 2 anos e 9 meses descobrimos alergia ao leite de vaca com 1 ano e 4 meses, desde entao ela vem apresentando reações cruzadas, há 1 mes ela esta com uma dieta muito restrita, ela nao pode comer: leite e derivados, ovo, soja e derivados, milho e derivados, banana, amendoim, laranja, limão, mexerica, cacau, castanhas, açafrao, tomate, condimentos, corantes, bovino, suino, peixes, feijao, ervilha, lentilha. Entretanto, mesmo depois dessa dieta ela vem manifestando reações alergicas. E ja não quer se alimentar do que ela pode. Esta tomando NEOCATE, mais nao tem se adaptado bem e esta mamando ele dissolvido no suco em dosagem bem menor que o recomendado. Gostaria de saber se existe algum tratamento curativo e onde? Poderia me passar o endereço do seu consultorio?
    Obrigada

    • Jubia:
      Minha secretária me avisou da sua ligação e por isso quero lhe fazer algumas perguntas:
      Como foram identificados estes alimentos citados?
      Que exames foram feitos nela?
      Ela está tomando algum medicamento?
      Por favor, se for possível me enviar os resultados destes exames para avaliar, eu agradeço.
      Pode ser números de protocolo e senha para liberação pela internet, ou escaneado, ok?
      Aguardo seu retorno.

      Abs.

      • Jubia disse:

        Bom, o primeiro alimento que manifestou alergia foi o leite de vaca, foi feito IGE especifico que deu resultado classe II para leite de vaca e banana, e classe I para amendoim. Depois fizemos o Teste Patch Plus Food com resultado +++/4 para albumina e soja e no EDA apresentou Duodenite Edematosa com Hiperplasia Linfoide, de moderada intensidade. Vou escanear e mandá-los, perdi as senhas. Muito obrigada pela atenção.
        Abs

  50. Andressa disse:

    Boa noite Dr.
    Preciso de ajuda.Moro em Guarapari/ES, estou com problemas alergicos há 10 meses, já procurei três alergistas e eles não me pedem nenhum exame especifico para alergia. Todos dizem que devo parar com corantes e conservantes..Atualmente só me alimento de verduras, legumes, frutas, arroz, feijão e pão de sal.Quando como qualquer coisa diferente fico com inchaços e placas vermelhas pelo corpo. Tomo o remedio cetirizine 10mg…O que devo fazer???
    obrigado…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>