nav-left cat-right
cat-right

Perigo: Soja à vista

PERIGO: SOJA À VISTA [1]

Despretenciosamente, a soja se infiltrou na dieta como se fosse a fonte mais perfeita de proteína. Mas talvez exista um lado negro escondido, um que tem o poder de minar as características que fazem de você um homem.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

James Price, um oficial aposentado do exército americano, virou objeto de um estudo sobre algo que jamais imaginou viver. Durante meses teve sua masculinidade minada por peitos inchados, perda de pelos e redução da libido para depois descobrir que todo esse calvário estava ligado ao consumo excessivo de soja. Ao ler os detalhes, você vai entender por que Price aceitou ser protagonista de um artigo científico após enfrentar um problema tão constrangedor. Para ele era mais que um problemas: era a chance de evitar que outros homens passassem por isso também.

Notar mamas inchadas seria difícil para qualquer homem. No caso dele foi ainda pior devido ao contraste com o resto do corpo magro e definido. Mas não foi o único sintomas. “Meu pênis ficou tão flácido que parecia ter encolhido. Até minhas emoções mudaram.”

Os três primeiros médicos consultados por Price o diagnosticaram com ginecomastia, um aumento anormal das glândulas mamárias masculinas. Exames mais tarde mostraram que os níveis de estrógeno no sangue dele eram oito vezes mais altos do que o limite aceitável para homens, alto demais até para mulheres. Os médicos ficaram perdidos diante desse quadro. Deprimido e com dor, Price procurou outro especialista. Marcou uma consulta com o tenente-coronel Jack E. Lewi, chefe de endocrinologia do Centro Médico Militar de Santo Antônio (EUA). No primeiro encontro nem médico nem paciente tiveram a menor de quão complexo o mistério seria.

Lewi inicialmente procurou por fatores que pudessem desencadear a ginecomastia, como alcoolismo. Até suspeitou de um tumor que produz estrógeno. Após vários exames, o médico ainda não sabia o que deixava os hormônios do paciente fora de controle.

Embora Lewi tivesse perguntado a Price sobre seus hábitos e estilo de vida, decidiu detalhar cada refeição. E logo viu que leite de soja estava sempre presente. Como Price desenvolveu intolerância à lactose anos antes, tomava um suplemento alimentar, que fornecia uma dose grande de minerais, vitaminas, entre outros nutrientes. O mais surpreendente foi quando revelou que consumia 3 litros de leite por dia. Foi aí que tudo mudou.

OS SINTOMAS

Price sempre teve uma vida ativa e uma alimentação saudável. Sua forma física era destaque até mesmo na corporação. Com a morte da mulher, o cenário mudou. Ele ficou muito mais emotivo e apresentou oscilações de humor e redução da libido. Quando começou a namorar novamente, era como se o aspecto sexual tivesse evaporado. Interesse zero!

A ginecomastia em si se tornou algo bastante humilhante para Price. Ele parou de usar camisetas, temendo que as pessoas notassem a saliência similar aos seios de uma menina na puberdade. Mas durante o ano seguinte, em que se submeteu a vários exames para tentar desvendar o mistério, nunca ocorreu a Price que o leite de soja pudesse ser a causa.

Quando Lewi recomendou suspender a bebida, ele obedeceu. E, durante os meses seguintes, exames de sangue revelaram que os níveis de estrógeno em Price estavam voltando ao normal. Melhor ainda, a sensibilidade dos mamilos estava cedendo. Seu médico, que pesquisou a literatura científica enquanto tentava solucionar o caso, não encontrou nenhuma evidência relacionando soja à ginecomastia.

Veja algumas descobertas recentes sobre os estágios de vida dos homens.

Bebês: Alimentados com grão

No Brasil, a onda da soja também chegou a crianças e bebês. Por considerar o grão um alimento saudável, muitas mães acabam oferecendo-o aos filhos. No entanto, os pediatras não recomendam o consumo indiscriminadamente.

Paul Cooke, biólogo reprodutivo da Universidade de lIIinois (EUA), estudou ratos criados com uma quantidade de genisteína suficiente para deixar os níveis sanguíneos comparáveis aos de bebês humanos que tomam leite de soja. Ele observou um encolhimento no timo, glândula importante para o sistema imunológico. É difícil afirmar se o mesmo efeito ocorre nos bebês humanos, mas um estudo publicado no Jaurnal of the American Medical Assaciatian (EUA), em 2001, pesquisou mais de 800 adultos, entre 20 e 34 anos, que receberam leite de soja ou de vaca na infância. Uma das diferenças que surgiram foi que o grupo alimentado com leite de soja usou mais remédios para asma e alergia na vida adulta. Será que isso é apenas uma coincidência ou será que pode indicar uma deficiência na função imunológica?

Ninguém sabe responder à questão. Nos Estados Unidos, há mais de 20 milhões de pessoas que consumiram leite de soja na infância. E há inúmeros centros de pesquisa no país estudando grandes parcelas da população. No resto do mundo, o assunto também levanta polêmica. Em 2005, o ministério da saúde de Israel recomendou reduzir o consumo de produtos à base de soja por crianças e, se possível, evitar completamente por recém-nascidos. Ao fazer tal alerta, Israel se juntou à França, à Nova Zelândia e à Austrália para oficialmente adotar uma postura preventiva.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

DA ADOLESCÊNCIA À JUVENTUDE: ALIMENTO FALSO PARA OS MÚSCULOS

A maioria das pessoas reconhece a importância da proteína no desenvolvimento e na recuperação muscular. E pesquisas já mostraram que a hora que você ingere a proteína é tão importante quanto a qualidade do alimento – fato que criou um mercado de suplementos de proteína fáceis de consumir. “É difícil comer um bife na academia”, afirma William Kraemer, pesquisador de treino de força da Universidade de Connecticut (EUA).

Suplementos de proteína permitem que um atleta misture 1 colher de pó no suco e beba a mistura a qualquer hora. Cada marca alardeia suas melhores qualidades em relação ao desenvolvimento muscular. As fontes de proteína mais usadas em todos eles são soja, whey e caseína. A questão é: será que o preço mais acessível da soja gera algum custo para o desenvolvimento muscular?

Em um estudo de 2005 publicado no Journal of Nutrition (EUA), pesquisadores que compararam a soja à caseína concluíram que “o valor biológico da proteína da soja deve ser considerado inferior ao da proteína da caseína”. Entre outras desvantagens, os cientistas descobriram que uma porção significativamente maior de soja é reduzida ao produto residual uréia. Mais, ela leva a uma menor síntese de proteína no organismo.

“A proteína como a whey é muito mais saudável que a soja”, afirma Kraemer. Há também preocupações de que a soja possa reduzir a produção de testosterona nos homens e aumentar a produção de estradiol, normalmente associado à produção de hormônio feminino. Em relação aos benefícios de força, no entanto, mais pesquisas são necessárias antes de definir diretrizes.

DOS 20 AOS 40: INTIMIDADES EM PERIGO

Em um estudo publicado no periódico Human Reproduction, Jorge E. Chavarro e seus colegas descobriram uma forte associação entre o ­consumo de alimentos de soja e a redução na contagem de espermatozóides nos homens, especialmente os obesos e acima do peso. Noventa e nove homens relataram ingerir 15 tipos diferentes de alimentos à base de soja, em seguida fizeram o exame para contar os espermatozóides. Aqueles que consumiam mais soja por dia tiveram, em média, 32% menos espermatozóides por mililitro de sêmen em comparação aos homens que não tinham soja na dieta.

Chavarro alerta que isso não prova causa e efeito e que ainda é muito cedo para aconselhar aos homens a evitar alimentos à base de soja na esperança de aumentar a fertilidade. “Claramente, essa história está apenas começando”, diz. “Mais estudos ainda precisam ser realizados.” De qualquer forma, o sinal de alerta deve ficar ligado desde já. Segundo o urologista Mauro Bibancos, especialista em reprodução assistida do Grupo Huntington, se ficar provado que a soja faz mal para os espermatózoides, ela também será maléfica para o corpo em geral.

Se a fertilidade já causa preocupações, imagina a impotência? Dois outros trabalhos recentes revelaram que pelo menos um componente da soja prejudica a função erétil em animais ­ e pode fazer o mesmo nos homens.

Os estudos, publicados nos periódicos Journal of Andrology (EUA) e Urology respectivamente, analisaram o efeito da daidzeína na função sexual de ratos machos. Doses moderadas do fitoestrógeno consumidas na juventude ou na vida adulta afetaram bastante a qualidade de suas ereções. Entre outras mudanças, os homens que foram expostos à daidzeína produziram menos testosterona, tinham ereções menos poderosas e passaram por mudanças bioquímicas no tecido peniano que deixaram esse tecido menos elástico e menos capaz de se encher de sangue.

Embora saibam que os resultados nos ratos nem sempre equivalem diretamente aos resultados em humanos, os autores do primeiro estudo sugerem que há razão para acreditar que isso vá acontecer. Eles citam uma incidência 10% maior de disfunção erétil em chineses, que consumiam grandes quantidades de soja, em comparação a americanos, que evitavam o alimento.

Yufeng Huang, um dos coautores dos dois trabalhos, diz que a dose “moderada” usada nos estudos com animais leva a aproximadamente o mesmo nível de daidzeína no sangue dos homens que comem soja todos os dias, hábito comum na Ásia. Ele acredita que a soja representa um fator de risco novo e previamente desprezado para disfunção erétil.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

A PARTIR DOS 50: FUGA DE CÉREBROS

No ano passado, Eef Hogervorst, da Universidade Loughborough (Inglaterra), e outros pesquisadores publicaram um estudo sobre produtos de soja e o risco de demência. Os pesquisadores focaram em pessoas mais velhas da Indonésia, membros de uma cultura na qual o tofu é um alimento importante na dieta há tempos. Hogervorst afirma que sua equipe começou o trabalho confiante de que encontraria um benefício nos fitoestrógenos do tofu. “Quase tudo que nós aprendemos sobre cultura animal e celular indicava que substâncias similares ao estrógeno protegeriam o cérebro”, diz.

Eles, no entanto, descobriram exatamente o oposto: os participantes com mais de 68 anos que comiam grandes quantidades de tofu regularmente tiveram o risco de demência e problemas de memória dobrado em comparação àqueles que comiam moderadamente. “Estamos formando um novo consenso agora: hormônios e derivados não são muito bons para pessoas acima de 65”, diz o pesquisador.

Agora acho que a tendência é termos cada vez mais pesquisas sobre esse assunto. E, no final, vamos encontrar um equilíbrio”, acredita o urologista Renato Fraietta, da Unifesp (SP). “A soja faz bem? Faz, quando sem exagero. É a mesma história do vinho. Uma taça de vinho tinto faz bem para o coração. Mas uma garrafa, não.”

O relatório feito por Jack E. Lewi sobre o caso de James Price foi publicado na edição de maio e junho de 2008 do Endocrine Practice (EUA), um periódico lido pelos mais influentes endocrinologistas. Graças a isso, os médicos agora contam com mais um documento na hora de avaliar a ginecomastia.

Mesmo assim, Lewi acredita que produtos de soja consumidos com moderação ainda podem ser uma parte saudável da dieta de um homem. “O problema”, diz, “é quando uma coisa como a soja é tida como essa maravilhosa panacéia para a saúde, e as pessoas acabam exagerando na dose”.

Uma questão final no caso de Price, no entanto, mostra a dificuldade de evitar a soja. Alguns meses depois que os níveis de estrógeno voltaram à normalidade, eles subiram novamente. E os efeitos colaterais ressurgiram: dor e inchaço nas mamas, falta de libido, ereções pobres. Ao pesquisar o que estaria acontecendo, Price descobriu que estava tomando um leite que não era de soja, mas que continha soja na fórmula. Ele jogou tudo no lixo e a vida voltou ao normal. Infelizmente, as mamas continuam inchadas, uma consequência das mudanças no tecido fibriótico que ocorrem com a ginecomastia de longo prazo. Price ainda se incomoda com a situação, mas não está disposto a remover esse desconforto cirurgicamente. Há muitos riscos, diz – ­sangramento, infecção, problemas com anestesia – para justificar entrar na faca a essa altura da vida.

Embora Price reconheça que seu corpo talvez tenha uma sensibilidade acima da média para os fitoestrógenos da soja, ele sugere a outros homens procurar o médico diante do primeiro sinal de dor ou inchaço. Sintomas descobertos – e tratados – no início são mais facilmente revertidos. Mais: sempre leia os rótulos dos alimentos que for consumir. As experiências mostraram que eles nem sempre são o que imaginamos. A proteína de soja hoje é um ingrediente rentável, presente em todos os lugares e muitas vezes escondido sob rótulos um tanto confusos.

A ASCENSÃO DA SOJA

Nos últimos anos, alimentos saudáveis e à base de soja se tornaram inextricavelmente associados. Muitos homens, sem saber exatamente a razão, confirmaram em pesquisas que o grão é benéfico à saúde e, portanto, deve ser incluído na dieta.

A soja também ganhou destaque na dieta vegetariana, pois fornece proteína e não provoca a indigestão moral da carne. Mais: na última década, vários trabalhos sugeriram que comer soja pode aumentar a expectativa de vida. Em 1999, a proteína de soja recebeu uma declaração poderosa do FDA, órgão governamental americano que controla os alimentos: Dietas com 25 gramas da proteína do grão – um litro de leite de soja – por dia podem reduzir o risco de doenças do coração. Adicione a isso o número de estudos que sugere que a proteína de soja protege contra o câncer de próstata e, de repente, o grão parece um remédio poderoso.

Como todos os remédios, infelizmente há efeitos colaterais. E, quando você consome muita proteína de soja, você entra em uma zona de risco, pois ingere duas drogas naturais: genisteína e daidzeína. Ambas agem de forma tão parecida com o estrógeno que são conhecidas como fitoestrógenos (substâncias semelhantes aos estrógenos produzidas por plantas). Quando homens consomem essas substâncias em grandes quantidades, eles podem viver pesadelos como aqueles vividos por James Price. “Os fitoestrógenos têm o efeito do hormônio feminino e podem provocar alterações hormonais e até aumento de mama nos homens”, confirma o urologista Renato Fraietta, diretor do Departamento de Andrologia da Sociedade Brasileira de Urologia e médico do Setor de Reprodução Humana da Unifesp (SP).

Clique para ampliar

Clique para ampliar

[1] Revista Men’s Health – Edição 39 – Ano 4 – Número 3. Por Jim Thorton Colaborou Sofia Solves Fotos Kill Greenberg

72 Responses to “Perigo: Soja à vista”

  1. Braz Pedro disse:

    Parabens pelo conteúdo do artigo e pela clareza das informações.
    Sabe-se de muitos outros efeitos nocivos da soja em humanos e, com certeza afetam tambem os animais que tenham um dieta alimentar rica em soja e, com consequencia, teremos a transferencia destes efeeitos para o ser humano.
    Importante alerta dr Paulo.

  2. marilei disse:

    leia leia leia

  3. mario disse:

    Otima materia!

  4. Dilman Banhos disse:

    Li a materia. Otima .
    Consumo soja todos os dias, pois cozinho-a com feijao, ela vira feijao.
    Tenho 61 anos , e nao tenho nenhum problema de saude, mas tem uma coisa que me pertuba qdo faco exame de sangue ,é plaquetas baixa, será que é pelo consumo de soja?
    att sem mais por agora
    Dilman

    • drpaulomaciel disse:

      Caro Dilman!
      A primeira questão a ser observada é se apenas as plaquetas estão baixas no seu exame de sangue, ou se também os glóbulos vermelhos e brancos estão diminuídos e a segunda questão é desde quando esta diminuição vem se apresentando (recente, antiga ou permanente).
      As plaquetas baixas, “Plaquetopenia” ou “Trombocitopenia” podem ser causadas pelo desequilíbrio na produção e sua destruição, com predomínio deste último fator:
      1. Plaquetopenia por déficit de produção das plaquetas – Vários mecanismos podem levar a redução da capacidade da medula óssea produzir as plaquetas (plaquetopoiese) dentre eles, o efeitos de drogas como o cloranfenicol (antibiótico), fenilbutazona (antiinflamatório) e tiazida (diurético). Outros fatores são: substituição por células tumorais metastáticas, como leucemia, carcinoma, ou células normais, como na mielofibrose (fibroblastos); fatores carenciais, como falta de ácido fólico ou vitamina B12; infecções virais; alcoolísmo crônico; gestação e finalmente condições congênitas/ hereditárias (síndrome de Wiskott-Aldrich, síndrome de Bernard-Soulier, síndrome de Fanconi) ou adquiridas (púrpura trombocitopênica idiopática secundária a doenças auto-imunes, anemias aplásica e magaloblástica, coagulopatias de consumo, malária, dengue (viroses), leucemias e outras)..
      2. Plaquetopenia por destruição exagerada de plaquetas – As plaquetas podem ser destruídas por mecanismos imunológicos ou, por processos inespecíficos, como seqüestração pelo baço (veja hiperesplenísmo) ou de infecções. Pode ocorrer consumo excessivo em casos graves de coagulação intravascular disseminada.
      O tratamento e a evolução das plaquetopenias depende do diagnóstico do fator causal. Por isso procure fazer uma avaliação mais detalhada sobre estas possíveis causas, ok?
      Desconheço uma relação direta entre o consumo do soja e a plaquetopenia.
      Abs,
      Dr. Paulo

  5. washington disse:

    Muito bom saber disso vou ajudar a disseminar essa informação e por favor se tiver mais informações me mande por e-mail . Washington

  6. jaconias roque de souza disse:

    o impasse reside nas diversas informações que recebemos – há cientistas que recomendam o consumo diario da soja como benéfico e sem qualquer restrição – não informando as quantidas ideiais de consumo diario, as pessoas podem exagerar – as informações da Ciência, seja qual for a área, deveriam fornecer detalhes para efitar efeitos indesejaveis como no caso abordado, do Sr. James

    • drpaulomaciel disse:

      Jaconias, você está totalmente certo! A própria Ciência está cheia de erros; veja na minha página “A Ciência Topa Tudo”. Em breve vou escrever mais coisas a respeito, muito interessantes para avaliarmos o quanto a Ciência e os cientistas são confiáveis. Abs.

  7. Ana disse:

    Dr. Paulo, tenho um bebê de 1 ano e 2 meses e a partir de 1 ano eu comecei a dar ADES pra ele (em torno de 200ml) e as vezes ele toma até mais… Já estava achando que tava exagerando na dose pois, em consulta ao dentista ela me disse que o suco era cariogênico e que era bom evitar… E hj em conversa com uma amiga ela me contou sobre os perigos da soja e eu fiquei com medo de continuar a dar o suco pro meu filho… Queria saber se esssa quantidade é perigosa pra ele… Pois ele vai pro colégio já e tenho q mandar o suco já que não tem como fazer suco de frutas lá… E acredito que esses outros sucos tipo kapo e del valle sejam piores que o ades, talvez totalmente industrializados, sem valor nutricional e com muito açucar… Gostaria da sua opinião…
    Obrigada :)

    • drpaulomaciel disse:

      Ana: Eu não recomendo o soja para ninguém, pelas razões apontadas em meu site. Existem muitos sucos de frutas que seguem padrões ISO e que são bem confiáveis, mas não devo fazer propaganda aqui, ok? Investigue melhor, ou peça orientação a um pediatra ou nutricionista. O leite de soja descalcifica e dá uma sobrecarga de hormônios femininos que não são interessantes de se dar para um filho. Abs.

  8. Gabriela disse:

    Prezado Dr Paulo, como todos sabemos, o equilibrio da alimentação ainda é o que deve prevalecer! Queria ler o artigo sobre o relato de James Price, entrei no site americano do centro medico, mas não encontrei nada sobre esse assunto.
    O sr. teria alguma literatura sobre esse assunto para indicar-me? Obrigada.

  9. agora estou ciente que leite de soja faz mal a saude do homem

  10. Marlene disse:

    Olá Doutor,
    Há 04 anos substituí o leite pelo de soja, não sabia dos riscos para a saude do leite de soja. Hoje observo alterações em meu corpo: aumento dos seios, aumento no peso e um corrimento vaginal, mesmo com tratamentos não consigo curar. Para a mulher, quais os problemas que sâo atribuidos ao consumo do leite de soja.

  11. Caroline disse:

    Dr. Paulo ótimo site. Obrigada pelas informações. Continue o bom trabalho.

  12. Carolina disse:

    Bom dia!

    Tenho uma filha de 03 anos e desde que ela completou 01 ano venho oferecendo a ela o leite de soja pois constou nos exames intolerância a lactose.

    Será que ela poderá desenvolver algum tipo de problema de saúde?

  13. Lena disse:

    Boa tarde Dr Paulo, uma duvida o suco tambem nao e recomendado para mulheres, pode aumentar a carga de hormonios femininos? obrigada

  14. karine campos disse:

    DR PAULO,MEU FILHO TEM 6 ANOS E SEMPRE COMPREI SUCO DE SOJA ADES.DEPOIS DESSA MATERIA PAREI DE COMPRAR.SERA QUE PODE ACONTECER ALGUMA CONSEQUENCIA FUTURA PARA ELE?ESTOU AGUARDANDO .

    • drpaulomaciel disse:

      Karine:

      Com a suspensão do uso da soja o organismo metaboliza os fitoestrógenos e os seus efeitos acabam rapidamente.
      É como uma mulher parar de tomar a pílula, ok?
      Não se preocupe.
      Abs.

  15. RODRIGO disse:

    DR PAULO TENHO 27 ANOS E TOMO SUCO A BASE DE SOJA A 2 ANOS 1L POR DIA SOU VICIADO NESSE SUCO …

  16. Fernanda disse:

    Dr., gostaria de saber se a linhaça dourada (rica em fitoestrógeno) também deve ser evitada por homens. Obrigada.

    • Fernanda:
      Não existem contra-indicações para o uso da linhaça por homens, já que o seu maior ingrediente é o Omega-3.
      Mas, mesmo assim, a não ser em caso de prisão de ventre, o melhor mesmo é usar o Omega-3 em cápsulas, já que seu uso só se faz eficaz a partir de 4 a 6 gramas por dia.

  17. Fernanda disse:

    Aproveitando…também gostaria de saber se a linhaça dourada pode ser consumida normalmente durante a gravidez. Obrigada

  18. elizabete disse:

    poxa vida!!!!
    estou a um tempão tentando fazer um leite de soja decente, agora que eu aprendi leio isso
    ninguem merece!!!!
    mas obrigada pela informaçao

  19. paulo da silva disse:

    ola, eu gostaria de saber mais sobre isso.Eutomo todos os dias 2 colheres de extrato de soja.Isso vai me prejudicar em alguma coisa? meus peitos iraõ crescer faendo uso disso?. agradeço

    • Paulo:
      Você toma estas duas colheres de extrato de soja por dia por qual razão?
      Com esta dose, provavelmente isto não lhe trará nenhum benefício, assim como nenhum efeito colateral.
      Os efeitos colaterais do leite de soja começam a partir de 1 litro por dia ou mais, ok?
      Abs.

      • ricardo disse:

        Ufa, ainda bem que duas colheres não faz mal. consumo misturado com colageno e chocolate em pó como fonte de proteina e para substituir 2 das 5 refeições de 3/3 horas. Ajuda a matar a fome. Obs: já tenho uma pequena ginegomastia. Será que isso pode fazer aumentar?

  20. Marineusa dos Santos disse:

    Dr. Paulo, hoje resolvi pesquisar sobre o assunto, e estou me assustando com aquilo que até ontem pra mim, era saudável….
    Meu filho hoje está com 3 anos de idade. E desde os 9 meses ele toma suco de soja. No ano passado ele quebrou os 4 dentinhos da frente e descobrimos (numa primeira odontopediatra) que ele havia nascido com uma má formação no esmalte dos dentes. Em 2010 levei praticamente 1 vez na semana meu filho na dentista para tentar salvar o que havia restado da sua dentição (de leite). Não contente, e percebendo que seus dentes continuavam a se decompor, resolvi levá-lo a uma outra dentista que me alertou. Corte agora o suco de soja, foi ele quem causou todo este dano na dentição do seu filho. Em resumo, teremos que partir para uma situação emergencial, abrirmos os dentes para tratar a raiz e tentar salvar os dentes definitivos que ainda virão. Isso tudo através de internação hospitalar e anestegia geral, já que ele é muito pequenino e não permite mexer na boca em função do trauma da primeira dentista…. Me sinto muito culpada por ter proporcionado ao meu bebê uma substância que eu desconhecia ter efeitos tão maléficos.

    • Marineusa:
      Grato pela sua contribuição, já que meu trabalho é do tipo do colibri que quer apagar sozinho o incêndio da floresta.
      Estamos lidando com uma indústria poderosa que cria doentes para depois tratá-los…
      Sem sermos paranóicos, se formos olhar mais de perto quem ganha com isso, encontraremos as indústrias de agrotóxicos e de fertilizantes, de alimentos e de remédios macomunados nesta voracidade capitalista.
      Sinto pelo seu filho e espero que outras mães acordem para isto, antes que tenham que pagar um pesado ônus por acreditar nesta mídia doentia.
      Abs.

  21. vandre disse:

    ola dr. paulo maciel se eu comessar a tomar leit de soja 1 litro por dia quanto tempo leva para eu comesar a criar peitos e diminuir os pelos so que nao quero que preojudique a minha saude posso tomar trancuilo presizo deminuir os pelos e criar peito.,, adoro mamilos grandes e quero iliminar os pelos do corpo tipo do peito pernas axicilas e barbas quero ficar lizinho e criar mamilos medio quanto tempo leva ou se vc tiver um medicamensto para me endicar eu vou agradeser ok abraçao

  22. leonardo disse:

    Olá dr.,
    Tomo pela manha uma vitamina com 300ml de água + 3 colheres de sopa de extrato de soja + aveia + granola + linhaça + colageno em pó + oleo de coco + banana ou mamão. Um super shake. Essa quantidade de soja por dia não me trará nenhum problema? 100% seguro? Fiquei mto preocupado agora.

    Felicidades, Leonardo

    • Leonardo:
      O consumo alimentar de isoflavonas na China e Japão fica entre 3 e 30 mg/dia. Veja no rótulo do seu produto de extrato de soja se ele indica a quantidade de isoflavonas contidas por colher de sopa ou por peso e analise se é seguro ou não o seu uso, porque a partir de 30 mg já existem efeitos colaterais significativos: supressão da tireóide depois de 3meses, mudanças hormonais depois de 1 mês e mudanças que pressagiam câncer de mama depois de 14 dias A quantia recomendada pelo FDA é de 24 mg/dia.
      Abs.

  23. Angela Silva disse:

    Dr. Paulo,tenho dois filhos (7e11anos),diariamente eles costumam levar para escola suco de soja de caixinha,os dois tem os mamilos inchados,será devido ao uso diário do suco de soja?

  24. Josefram disse:

    Agradeço muito pelas informações, pois estavamos iniciando o consumo de soja, essa era a primeira semana, que Nosso Senhor Jesus Cristo ilumines todos voçês.

  25. leonardo disse:

    Olá Dr. fiquei super preocupado com essas informações. Estou tomando a 2 anos 3 colheres de sopa do extrato de soja com 300ml de agua + aveia + granola + linhaça todos os dias, ou seja, esse shake ja venho tomando a um bom tempo. Será que 3 colheres do extrato de soja com 300ml de3 agua tem a quantidade de isoflavona suficiente p/ me dá esses efeitos colaterais?

    Grato,

    Leonardo

    • Leonardo:

      Você tem que descobrir quanto de isoflavonas por mL têm no extrato que está usando e quanto isto dá em 300 mL.
      Na Revista Saúde, edição 303, saiu este artigo:

      Onde está a isoflavona?

      Soja só para mulheres?

      Veja aqui quanto da substância a soja e seus derivados são capazes de fornecer. Por precaução, os homens deveriam optar por uma única porção desses alimentos por dia

      por REGINA CÉLIA

      É sempre ela, a isoflavona, a acusada quando o assunto é um efeito indesejável no sexo masculino, como a redução dos espermatozóides. No grupo de homens investigados pela Universidade Harvard, a média de consumo dessa substância era de 5,4 miligramas por dia. O que parece ínfimo, se compararmos com o que os homens orientais consomem: em torno de 100 miligramas diários.

      1 copo de leite de soja = 8 mg de isoflavonas

      1/2 xícara de tofu = 25 mg de isoflavonas

      1/2 xícara de grãos = 78 mg

      1/4 de xícara de proteína texturizada de soja (PTS) = 33 mg de isoflavonas

      Em minha página http://drpaulomaciel.com.br/perigos-das-isoflavonas/ lê-se que os japoneses usam, atualmente, 28 mg/dia e o FDA recomenda apenas 24 mg/dia.
      Aquele estudo mostrou que:

      Em japoneses recebendo quantidade adequada de iodo, causou supressão da tiróide depois de 3meses. 35 mg/dia
      Em mulheres americanas, causou mudanças hormonais depois de 1 mês. 45 mg/dia
      Em mulheres americanas, causou mudanças que pressagiam câncer de mama depois de 14 dias. 45 mg/dia

      O principal problema é que cada informação vem sempre de forma tendenciosa, como marketing.
      Por isso é difícil separar o joio do trigo…

      Abs.

  26. Klayton disse:

    Dr. tenho meus receios sobre a soja, procuro consumir muito pouco dos derivados, visto que são muitos, o óleo de soja se enquadraria neste cenário? Minha mãe está na menopausa e utiliza moderamente soja devido orientação médica, ela poderar ter algum problema de saúde no futuro ou esse risco é mais voltado ao sexo masculino?

    • Klayton:
      O óleo de soja não apresenta problemas em relação aos fitohormônios, ok?
      A soja, mesmo para mulheres, pode causar osteoporose, hipotireoidismo e câncer de tireóide, mas isto depende de diversos fatores como predisposições genéticas, estilo de vida, quantidade ingerida de soja, etc.
      Abs.

  27. wesley ferreira disse:

    Ola DR. PAULO. Li essa materia e fiquei muito confuso. Ha quase 2 semanas venho tomando leite de soja.
    minimo de 2 copos ao dia.. Existe alguma chance de ter algum problema de saude com isso? Desde ja agradeco.

    • Wesley:
      O risco depende apenas da quantidade de isoflavonas ingeridas diariamente.
      No caso do americano, ele consumia 3 litros de leite de soja por dia!
      Mas, de qualquer forma, cada pessoa terá uma resposta única e individual, dependendo da sua genética, idade, estilo de vida, etc.
      Abs.

  28. Krys disse:

    Dr. meus filhos usam suco de soja tipo(Ades e mais vita), a quantidade de soja é significante?..Pois minha filha toma esse suco desde os tres meses de vida hoje ela tem 8 anos e esta com puberdade precoce, esta fazendo uso de medicamento…uma injeção mensal que ela tera de tomar ate os 12 anos…Será que foi devido ao suco de soja? E meu filho tem 3 anos e tbem toma esse suco 2 litros por dia…..Fiquei apreensiva depois que li sobre os efeitos da soja na criança…..Me de uma luz…eles não aceitam leite de nenhuma forma…O que posso fazer?

    • Krys:

      Nosso planeta está inundado por estrogênios (hormônios femininos) e xenoestrogênios (substâncias que imitam o estrogênio).
      Metabólitos urinários de mulheres que tomam anticoncepcional, agrotóxicos, soja, plásticos e sua poluição, todos têm efeitos estrogênicos.
      Este é um dos grandes fatores de puberdade precoce nas meninas e redução de espermatozóides nos homens, sem falar na onda de câncer que estamos vivendo.
      Porque você quer dar leite para eles, se eles não aceitam? O ser humano é o único animal que bebe leite a vida toda e o único animal que bebe leite de outra espécie.
      Se tiver dúvidas quanto à alimentação deles, consulta uma Nutricionista Funcional que ela poderá esclarecer suas dúvidas, ok?

      Abs

  29. Marconi Moura disse:

    Estimado Dr. Paulo Maciel,
    Tenho 28 anos, 1,70 de altura, 85 quilos e uma robusta massa muscular. A um ano reeduquei minha alimentação incluindo significantemente o uso de soja. Consumo 27 gramas de proteína texturizada de soja diariamente e 180 gramas usualmente a noite. Pratico musculação pesada paga ganho de força. Ate ler este artigo pensava em incluir o leite de soja em minha dieta. Pergunto a ti, nobre Doutor, nas condições em que estou consumindo a proteína de soja pode trazer prejuízo a minha saúde? Em prejuízo, qual seria a forma ideal de consumo para o meu caso? Qual alimento poderia substituir esta proteína de soja em minha dieta? Desde já agradeço a resposta. Parabéns pelo seu trabalho.

    • Marconi:

      Os produtos com soja contém as seguintes quantidades de isoflavonas:

      1 copo de leite de soja = 8 mg de isoflavonas
      1/2 xícara de tofu = 25 mg de isoflavonas
      1/2 xícara de grãos = 78 mg
      1/4 de xícara de proteína texturizada de soja (PTS) = 33 mg de isoflavonas

      Estudos sobre os efeitos das isoflavonas em homens e mulheres, mostrou o seguinte:

      Em japoneses recebendo quantidade adequada de iodo, 35 mg/dia causou supressão da tiróide depois de 3meses.
      Em mulheres americanas, 45 mg/dia causou mudanças hormonais depois de 1 mês.
      Em mulheres americanas, 45 mg/dia causou mudanças que pressagiam câncer de mama depois de 14 dias.
      Em um grupo de homens investigados pela Universidade Harvard, houve redução dos espermatozoides com uma média de consumo dessa substância de 5,4 miligramas por dia. Um outro estudo mostrou que indivíduos que ingeriram soja por um curto período de tempo, tiveram uma queda na testosterona de até 76%!

      Além disso, o soja tem outros dois grandes efeitos negativos na saúde:
      1. A soja contém altos níveis de ácido fítico, ou fitatos, que reduzem a assimilação de cálcio, magnésio, cobre, ferro e zinco em adultos e crianças, prejudicando a saúde e o crescimento. E os métodos convencionais, como deixar de molho, germinar os grãos ou cozinhar longamente em fogo baixo, não neutralizam o ácido fítico da soja; somente a fermentação tem esse poder.
      2. A soja contém inibidores de tripsina que interferem na digestão das proteínas e podem causar distúrbios pancreáticos e retardo no crescimento.
      Por isso, o ideal é eliminar o soja da sua dieta e manter mesmo o Whey Protein, Caseína ou as proteínas animais, tipo Carnivor, que são mais saudáveis e sem estes efeitos colaterais ok?

      Dê uma lida neste artigo, que está bem elucidativo: http://www.hipertrofia.org/blog/2009/11/16/maleficios-da-soja/

      Abs, e grato pela força!

  30. Juarez Caires disse:

    Olá Dr Paulo li sua materia e os e-mail enviados ao senhor e isto aumentou meus conhecimentos na saude alimentar , minha mulher teve problema de tireóide que há 20 anos atrás era um pequeno nódulo, e recentemente fez uma cirurgia para tirar vários nódulos ,tambem tem problema de osteopose grau 6. Ela sempre comeu derivados de soja e passou a beber ades original a mais de dois anos,penso que a soja causou estes males citados. Eu li que o leite de vaca nao e bom para os humanos. Sendo assim o que eu posso usar para fazer uma vitamina?
    Agradeço as informações e espero ter contribuido.

    • Juarez:

      O primeiro leite usado pela humanidade foi o de cabra: A cabra foi o primeiro animal capaz de produzir alimentos domesticado pelo homem, há cerca de dez mil anos. De lá para cá, sempre acompanhou a história da humanidade, conforme atestam os diversos relatos históricos, mitológicos e até mesmo bíblicos, que mencionam os caprinos.
      Dê uma lida na comparação entre o leite de vaca e o de cabra em minha página: http://drpaulomaciel.com.br/alergia-ao-leite-de-vaca/, e bom proveito!

      Abs

  31. Leonardo disse:

    Então,em mulheres, não há problema algum em tomar doses altas diárias? Aliás, pode ser até que fiquem mais feminilizadas. Aliás! se tomarem uma hiperdosagem diária, pela lógica, é capaz até de servir como anticoncepcional!

    • Leonardo:

      Estudos sobre os efeitos das isoflavonas da soja em homens e mulheres, mostrou o seguinte:
      Em japoneses recebendo quantidade adequada de iodo, 35 mg/dia causou supressão da tiróide depois de 3 meses.
      Em mulheres americanas, 45 mg/dia causou mudanças hormonais depois de 1 mês.
      Em mulheres americanas, 45 mg/dia causou mudanças que pressagiam câncer de mama depois de 14 dias.

      Além disso, o soja tem outros dois grandes efeitos negativos na saúde:
      1. A soja contém altos níveis de ácido fítico, ou fitatos, que reduzem a assimilação de cálcio, magnésio, cobre, ferro e zinco em adultos e crianças, prejudicando a saúde e o crescimento. E os métodos convencionais, como deixar de molho, germinar os grãos ou cozinhar longamente em fogo baixo, não neutralizam o ácido fítico da soja; somente a fermentação tem esse poder.
      2. A soja contém inibidores de tripsina que interferem na digestão das proteínas e podem causar distúrbios pancreáticos e retardo no crescimento.

      Abs.

  32. Eder Brito disse:

    Será que o Dr. Maciel e sua família devem possuir muitas fazendas de gado leiteiro ?

  33. Lorena Manhães disse:

    Estou APAVORADA com os malefícios da soja! Meu filho de 2 anos tomava (porque suspendi definitivamente depois dessa matéria!) aproximadamente 1,5l de Ades por dia, desde 1 ano. Nunca aceitou nenhum tipo de leite, a não ser o meu. Então resolvi oferecer o de soja e ele adorou. Fiquei muito assustada quando uma amiga disse que pediatras estavam recomendando a não ingestão da soja em crianças mas não soube explicar o motivo. Meu marido pesquisou e encontrou o seu site.
    MUITO OBRIGADA pelas informações esclarecedoras e atenção ao responder as dúvidas dos leitores!
    Já estou compartilhando o artigo em minha rede social!
    Parabéns pelo trabalho!

  34. Fabiana disse:

    Dr Paulo, bom dia!

    Parabéns pelo belo trabalho de elucidar quem busca informações.
    Sempre condenei o leite de vaca e achava que a soja era o supra sumo, confesso que fiquei chocada e ao mesmo tempo aliviada por encontrat informações tão importantes.

    Obrigada!

  35. Claudia disse:

    Dr. Paulo,
    Estou realmente surpresa com tudo que li!
    Fiquei sem chão, pois meu filho tem 05 anos e desde bebê ele toma suco de soja, pois nunca gostou de leite e de nada derivado do leite. Sempre sofri demais com isso e foi minha única opção. Achava realmente que estava no caminho certo.
    Fico pensando se posso ter causado algum mal na saúde de meu filho por todos estes anos. É claro que vou suspendê-lo imediatamente, mas o tanto de suco que ele ingeriu até hoje será que não trará problemas de saúde no futuro? Tem algo que eu poderia fazer para ajudá-lo a tempo? Por favor, Dr. me ajude, pois realmente fiquei bem preocupada.
    Aproveito também para parabenizá-lo pelo excelente artigo! Tenha a certeza que irei disseminá-lo! :D
    Abraços,
    Claudia

    • Cláudia:

      Infelizmente, como acontece com todo tipo de conhecimento no mundo, só são valorizados e divulgados aqueles que interessam para o sistema econômico do planeta.
      Meu pai dizia que “quem conta a história é quem ganha a guerra” e eu sou um dos poucos médicos no mundo a alertar para diversos temas polêmicos da saúde humana e planetária.
      A culpa não é dos médicos ou dos nutricionistas, nem dos produtores de soja; porque a maioria destas pessoas é bem intencionada mas mal informada.
      A ciência ainda detém o crédito de ser dona da “verdade”, por seguir “métodos padronizados” e criar protocolos a partir de médias estatísticas.
      E tudo isso é patrocinado e sustentado por um marketing voraz que lucra bilhões e está levando nossa humanidade e o planeta ao colapso ambiental e econômico.

      Quanto às suas perguntas, não existe nenhum estudo científico sobre o efeito momentâneo e a longo prazo no cérebro de crianças e jovens que consomem soja com isoflavonas.

      Para você ter uma ideia da complexidade deste tema, três milhões de crianças tomam drogas para problemas de concentração nos EUA, tipo Ritalina e Aderall.
      A Ritalina é um estimulante do sistema nervoso central e a bula diz o seguinte: “Seu mecanismo de ação no homem ainda não foi completamente elucidado, mas presumivelmente ele exerce seu efeito estimulante ativando o sistema de excitação do tronco cerebral e o córtex. O mecanismo pelo qual ele produz seus efeitos psíquicos e comportamentais em crianças não está claramente estabelecido, nem há evidência conclusiva que demonstre como esses efeitos se relacionam com a condição do sistema nervoso central”. Diz também que a Ritalina ”não deve ser utilizado em crianças com menos de seis anos de idade, uma vez que a segurança e a eficácia nesse grupo etário não foram estabelecidas”.
      Alguns efeitos colaterais reconhecidos da Ritalina são: insônia, cefaleia, alucinações, psicose e até casos de suicídio. No sistema cardiovascular o remédio causa arritmia, taquicardia, hipertensão e parada cardíaca. O risco de morte súbita inexplicada em adolescentes é maior entre aqueles que tomam o remédio. Além disso, interfere no sistema endócrino, na secreção dos hormônios de crescimento e dos sexuais. É uma substância com o mesmo mecanismo de ação e as mesmas reações adversas da cocaína e das anfetaminas, segundo médicos que não adotam o medicamento.
      A Ritalina age no cérebro como cocaína: Utilizando técnicas sofisticadas para estudar o cérebro humano, pesquisadores norte-americanos concluíram que a Ritalina, tomada por milhões de crianças no mundo inteiro, produz o mesmo efeito sobre o cérebro que a cocaína. Os estudos também mostraram que as crianças hiperativas que tomam Ritalina são mais propensas a se tornarem tóxico-dependentes do que aquelas que não tomam o medicamento. A Ritalina também pode alterar todo o perfil biodinâmico dos usuários e causar o mesmo efeito devastador que o uso prolongado de cocaína.
      Concluindo, se mesmo com todos os riscos associados e sem saber o mecanismo de ação da Ritalina no cérebro, milhões de crianças a usam em todo o mundo, o que dizer do soja?

      Abs

  36. Luiz disse:

    Prezado Dr. Paulo Maciel

    Eu tenho usado o extrato de soja para fazer o “leite de soja” a aproximadamente 4 anos devido a grande dificuldade na digestão que tenho com o leite de vaca.
    Consumindo pouco,mais ou menos 6 colheres de sopa diariamente.
    Até ouvi falar das isoflavonas na televisão e seus efeitos semelhantes ao estrógenos,mas pela dificuldade para um substituto para o leite de vaca,continuei tomando.
    O leite de soja também gera muito gás no aparelho digestivo.
    Há pouco tempo comecei treinar com pesos e aumentei para umas 15 colheres de sopa por dia e já estou sentindo mesmo a falta de desejo sexual,já desconfiado procurei informações sobre o
    efeito de isoflavonas em homens e essa matéria confirma a minha suspeita devido ao uso da soja em maior quantidade.
    Para as mulheres é bom,não tem esse efeito colateral.
    Prefiro cortar definitivamente o uso da soja na alimentação.

  37. Clelia disse:

    Dr. Paulo, bom dia

    Tenho um filho de quase cinco anos que adora suco de soja da marca ades de todos os sabores…ele consome aproximadamente 1 litro por dia. Quais são os maleficios que este suco pode causar no seu desenvolvimento dele, considerando a materia acima?…este suco também afeta o esmalte dos dentes?….em que idade começa aparecer os sistemas da feminilidade?…se é que podemos falar nesses termos?…..e existe uma quantidade máxima que posso dar a ele caso não aceite outros sucos?.
    Obrigada.
    Cléo

    • Clelia:

      Como o soja é enaltecido em todas as propagandas do mundo, não existe estudos científicos que digam quais efeitos o leite de soja vai causar para cada idade em ambos os sexos.
      No entanto, sabe-se que o soja contém altos níveis de ácido fítico (ou fitatos), que reduzem a assimilação de cálcio, magnésio, cobre, ferro e zinco em adultos e crianças, prejudicando a saúde e o crescimento.
      Quanto à feminilização, leia este artigo: http://drpaulomaciel.com.br/a-soja-esta-aumentando-a-populacao-gay/.
      Como não existem estudos científicos, vale o mesmo conselho dos cigarros: “Não existem níveis seguros para o consumo destas substâncias”.

      Abs.

  38. Daiany disse:

    Ola Dr Paulo. Otima materia, mas fiquei intrigada… E as pessoas que adotam dieta vegana (exclusao de qualquer alimento de origem animal) o grande trunfo eh a soja. E agora?

  39. Valéria Cecílio disse:

    Dr. Paulo Maciel,

    Sou portadora de AEH-Angioedema Hereditário. Defeito no cromossomo 11, que causa a falta ( quantitativo) ou o não reconhecimento ( qualitativo) da proteina C 1 esterase. No meu caso, tenho o tipo 2, qualitativo. O estrógeno é substância totalmente nociva para nós. Inclusive, um dos medicamentos que tomo para manutenção é a oxandrolona. Como quis diminuir o consumo de produtos de origem animal na dieta, meu consumo de soja aumentou consideravelmente há 4 meses. Agora fiquei muito preocupada. Vou até indicar este artigo para minha imunologista. O que me diz? Obrigada.

    • Valéria, realmente sabe-se que alguns medicamentos podem piorar ou desencadear as crises do Angioedema. Portanto, recomenda-se evitar contraceptivos estrogênicos, terapia de reposição
      hormonal, e inibidores da ECA (enzima conversora de angiotensina) e o soja é muitas vezes recomendado para as mulheres justamente por causa dos fitoestrógenos.
      Grato pela sua observação!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>